Flamengo não sabe o que fazer com Edílson

A diretoria do Flamengo aguarda o parecer de dois advogados consultados pelo clube para analisar o "sumiço" do atacante Edílson. A equipe treina há quatro dias e o jogador nem sequer entrou em contato com os dirigentes ou alguém da comissão técnica para dar explicações.Nesta quinta-feira, o time treinou no clube de Zico, o CFZ, e foi recebido pelo anfitrião. O maior ídolo da história do Flamengo manifestou apoio ao técnico Abel Braga, que deixou clara a intenção de trabalhar somente com jogadores interessados em vestir a camisa flamenguista.Mas Zico fez uma ressalva. Disse que a diretoria do clube precisa ouvir Edílson antes de tomar qualquer atitude.

Agencia Estado,

08 de janeiro de 2004 | 19h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.