Flamengo nem comenta mais o caso Edílson

O atacante Edílson mais uma vez não se apresentou ao Flamengo. O atraso do jogador, que deveria ter voltado aos treinos no último dia 5, não é mais nem comentado pela diretoria do clube. Os dirigentes limitam-se a dizer que vão esperar o retorno dele para decidir se vão rescindir seu contrato.Sem Edílson, o técnico Abel Braga realizou nesta quarta-feira o primeiro coletivo da temporada. O Flamengo venceu uma equipe formada por "Atletas de Cristo", por 3 a 1, em 55 minutos. O meia Juliano, reforço do clube para 2004, marcou o primeiro gol e foi um dos destaques do trabalho."Atuei como segundo homem do meio-de-campo, mas tenho facilidade em jogar na frente, porque comecei no futebol na posição de meia-atacante", afirmou Juliano. "O time foi bem e até a estréia contra o Cabofriense, no dia 25, vamos nos acertar ainda mais."

Agencia Estado,

14 de janeiro de 2004 | 18h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.