Flamengo oficializa contratação do peruano Trauco e assina por três anos

Lateral-esquerdo chega para posição que foi ocupada por Jorge no Brasileiro

Estadão Conteúdo

14 de dezembro de 2016 | 16h55

A diretoria do Flamengo oficializou nesta quarta-feira a chegada do seu primeiro reforço para a temporada 2017. Menos de uma semana após o término do Campeonato Brasileiro, o time carioca anunciou a chegada do lateral-esquerdo peruano Miguel Trauco, que estava no Universitario e também defende a seleção do seu país.

A contratação de Trauco já vinha sendo dada como certa, ainda mais após o próprio jogador revelar nos últimos dias para a imprensa peruana que já tinha chegado a um acordo com o Flamengo. E agora a sua transferência foi oficializada pelo clube carioca.

O Flamengo explicou que Trauco já assinou um pré-contrato. E após a realização de exames médicos, em janeiro, quando se apresentará ao clube no dia 11 para a pré-temporada no Ninho do Urubu, firmará um vínculo válido por três temporadas.

"Estou muito feliz, posso dizer que é a realização de um sonho. Um clube grande, com uma torcida fantástica e um time muito competitivo. Não vejo a hora de chegar e poder vestir esta camisa, conhecer este novo CT também. É um grande passo na minha vida, e o maior desafio até agora. Podem esperar o melhor de mim. Em janeiro estou chegando", disse o novo reforço do Flamengo.

Trauco, de 24 anos, estava no Universitario desde o início de 2016. Antes disso, passou pelos também peruanos Unión Tarapoto e Unión Comercio. Pela seleção, já foi várias vezes convocados, seja para compromissos das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, amistosos ou a Copa América Centenário.

No Flamengo, Trauco terá forte concorrência na disputa pela titularidade. Afinal, o lateral-esquerdo Jorge foi um dos destaques do time na atual temporada. Além disso, ele reencontrará um companheiro de seleção, o centroavante peruano Paolo Guerrero.

Tudo o que sabemos sobre:
FlamengoCampeonato BrasileiroFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.