Flamengo perde em casa do Brasiliense

O técnico carioca Joel Santana fez a festa neste sábado à noite sobre o Flamengo em sua estréia no Brasiliense ao golear o time carioca por 4 a 3, pela nona rodada do Campeonato Brasileiro, no Estádio Luso-Brasileiro, na Ilha do Governador, Rio. A equipe de Brasília obteve o inesperado triunfo na casa do adversário aproveitando principalmente as sucessivas falhas defensivas e o desespero do oponente, que lutava para encerrar um jejum de 41 dias sem vencer um jogo. Joel Santana, que assumiu a equipe de Brasília nesta semana, ocupando o lugar de Valdir Espinosa, surpreendeu o Flamengo com uma postura ofensiva. O treinador, que tem por característica ser um adepto de sistemas defensivos, viu sua equipe abrir o marcador logo aos 17 minutos, com o atacante Oséas. Mas um minuto depois o também atacante Obina empatou o confronto. E o Brasiliense não se intimidou com o empate rubro-negro. Seguiu atacante, principalmente com tabelas entre Iranildo, Marcelinho Carioca e Oséas, que aos 39 minutos colocou sua equipe novamente à frente do marcador. A segunda etapa começou e as emoções voltaram a se repetir. O segundo gol de Obina, logo aos 8 minutos, para o Flamengo, deu a impressão de que o time carioca se recuperaria. Mas o meia Iranildo tratou de desfazer as pretensões do Flamengo, aos 20 minutos. Diante de um Brasiliense bem armando defensivamente e eficiente no ataque, o Flamengo não teve forças para reagir. Displicentes em campo, os zagueiros rubro-negros ainda permitiram o quarto gol do time de Brasília, com Márcio, que marcou um belo gol ao driblar vários jogadores, aos 34 minutos. Se não fosse mais uma falha, o time carioca poderia ao menos ter arrancado um empate, já que Leonardo Moura, em cobrança de falta, fez o terceiro gol para a equipe carioca, aos 39 minutos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.