Flamengo perde Renato Augusto para a final do Carioca

Meia sente dores no joelho direito e será poupado do primeiro jogo da final diante do Botafogo

Bruno Lousada, O Estado de S. Paulo

25 de abril de 2008 | 20h14

Em meio ao clima de decisão, com mais de 48 mil ingressos vendidos até o fim da tarde desta sexta-feira, o Flamengo perdeu uma peça importante para a primeira partida da final do Campeonato Carioca, neste domingo, contra o Botafogo, no Maracanã. O meia Renato Augusto está fora do clássico. Ele voltou a sentir dores no joelho direito durante o aquecimento e deixou o treino cabisbaixo e caminhando lentamente. Foi examinado e vetado pelos médicos do clube. Sem Renato Augusto, o técnico Joel Santana escalou Marcinho ao lado de Souza no ataque rubro-negro. O Flamengo vai a campo com Bruno; Leo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Cristian, Kleberson, Ibson e Toró; Marcinho e Souza.Embora a contusão do jovem apoiador tenha pego todos de surpresa na Gávea, o clima é de confiança. "Não vejo a hora de chegar domingo. A ansiedade é normal. O que mexe com a gente é a torcida do Flamengo. Ela é diferente", derramou-se em elogios o volante Cristian, que classificou como complicado o confronto contra o Botafogo, a quem diz ter muito respeito. "O clássico vai parar a cidade."Já Souza encara a decisão com naturalidade, sem nenhuma tensão. Pelo menos seu discurso é esse. "Fico tranqüilo. Já estou acostumado com isso. Já disputei muitas finais na minha carreira e fui campeão várias vezes", disse, sem titubear.Experiente, Joel Santana não se envolve em polêmica em véspera de jogos importantes. Evita emitir comentários que possam ser mal interpretados pelo rival. Fala o óbvio, como por exemplo: "qualquer final é decidida nos detalhes", e "futebol só se vence nas quatro linhas".CANSAÇOA delegação do Flamengo acordou cedo ontem de manhã para obter o visto de entrada no México, onde o time enfrenta o América, quarta-feira, na partida de ida pelas oitavas-de-final da Copa Libertadores da América. Por conta disso, a diretoria decidiu cancelar a viagem para Teresópolis, a fim de evitar o desgaste do grupo. O elenco, então, treinou na Gávea. "A gente está pagando o preço de viajar para o México", disse o volante Cristian.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.