Flamengo pode negociar goleiro Bruno na janela europeia

A grave crise financeira do Flamengo pode levar à saída de jogadores importantes do elenco na abertura da janela de transferências para o mercado europeu, no meio do ano. Um dos atletas cobiçados é o goleiro Bruno, que teve desentendimento recente com o auxiliar Andrade. Bruno chegou a declarar, em razão das críticas que recebeu por ofender o ex-jogador, que poderia deixar o clube para ir atuar na Europa.

AE, Agencia Estado

18 de março de 2009 | 20h17

O principal interessado nos serviços de Bruno é o Benfica, que disputa uma vaga na próxima Liga dos Campeões. O grande problema, porém, está no contrato do jogador. Bruno está ligado ao Flamengo até o fim de 2012 e a multa rescisória é de R$ 60 milhões. Os portugueses estariam interessados em pagar não mais do que R$ 15 milhões. Outro que pode deixar o clube é Juan. Seu destino seria o Espanyol, de Barcelona. O lateral-esquerdo tem contrato até o fim do ano que vem, com uma multa de R$ 18 milhões.

Já pensando na possível perda de peças, a diretoria negocia a vinda de Emerson, atacante brasileiro de 30 anos que atua no futebol do Catar. Existe a possibilidade de o jogador ser anunciado ainda nesta quarta-feira. Há pressa em resolver a negociação para que o jogador possa atuar no restante do Campeonato Carioca. As inscrições para a competição terminam na sexta.

Mais conteúdo sobre:
futebolFlamengoBrunosaída

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.