Flamengo projeta reviravolta no próximo ano

O primeiro ano de Patrícia Amorim como presidente do Flamengo não foi positivo, já que equipe terminou a temporada sem conquistar títulos e sofreu com vários problemas extracampo. A dirigente reconheceu que 2010 foi um ano decepcionante, mas prometeu que a equipe vai retomar o caminho das vitórias no próximo ano.

AE, Agência Estado

08 de dezembro de 2010 | 12h27

"Uma coisa posso garantir: 2011 será melhor do que 2010. Entramos nesse ano com muita expectativa, por termos sido campeões, mas os resultados não vieram. Infelizmente, só um pode ser vencedor. O futebol tem essa coisa fantástica que em um ano você é campeão e no outro fica na parte de baixo da tabela e vice-versa", afirmou.

Para isso, Patrícia conta com os estádios lotados pelo torcedor do Flamengo, que apoiou o time na reta final do Campeonato Brasileiro, quando a equipe lutava contra o rebaixamento. "Quando eles compareceram em massa, ajudaram muito e conseguimos superar algumas situações. Esperamos contar com o torcedor ao nosso lado, mais uma vez, para fazer essa aliança no ano que vem", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.