Flamengo promete fazer mudanças nesta sexta-feira

Apesar da classificação para as oitavas de final da Libertadores, quando enfrentará o Corinthians, a diretoria do Flamengo promete anunciar nesta sexta-feira mudanças no departamento de futebol. A primeira "vítima", ao que tudo indica, será o vice-presidente de futebol, Marcos Braz. Mas o técnico Andrade, bastante contestado, também corre grande risco de demissão.

BRUNO LOUSADA, Agência Estado

23 de abril de 2010 | 00h40

"Os resultados (que classificaram o time na Libertadores) não vão mudar o encaminhamento das coisas. Existem divergências quanto a forma e as ações. Mas vou definir tudo amanhã (sexta), com muita tranquilidade, como sempre faço", disse a presidente do Flamengo, Patrícia Amorim, na noite desta quinta, após reunião com a cúpula flamenguista, na casa do vice-presidente geral do clube, Hélio Paulo Ferraz, no Leblon (zona sul do Rio).

Patrícia Amorim exige mudança de postura dos responsáveis pelo futebol do Flamengo. Quer mais comprometimento do elenco e pretende acabar com a política de privilégios oferecida a alguns jogadores - principalmente ao atacante Adriano. Leonardo, atual técnico do Milan, é o nome preferido da diretoria flamenguista para gerir o futebol do clube. E, caso Andrade seja mesmo afastado, Muricy Ramalho e Joel Santana são os principais candidatos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoAndradePatricia Amorim

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.