Flamengo promete força máxima contra o Friburguense

Técnico Joel Santana quer vencer os dos próximos jogos para garantir classificação na Taça Rio

Leonardo Maia, O Estado de S. Paulo

25 de março de 2008 | 19h06

O técnico Joel Santana decidiu escalar o Flamengo com força máxima na partida desta quarta-feira, contra o Friburguense, a partir das 21h45, no Maracanã. Segundo colocado no Grupo A da Taça Rio, com 12 pontos, o time flamenguista planeja vencer os dois próximos compromissos (no domingo, enfrenta o Madureira) para garantir a vaga nas semifinais e depois, poder usar os reservas no clássico com o Vasco, na última rodada. Veja também: Renato Gaúcho não sabe que time escala no Fluminense Por isso, Joel manda a campo nesta quarta-feira o time que considera ideal. A única ausência é o meia Kléberson, suspenso com o terceiro cartão amarelo - Toró será seu substituto. O treinador flamenguista, no entanto, procurou alertar os jogadores para evitarem o excesso de confiança. "Será muito difícil. Nos dois jogos que disputaram contra as equipes grandes, eles foram muito bem. Temos que ter atenção. Uma vitória traria tranqüilidade para a seqüência da competição", discursou Joel, ao falar sobre o Friburguense. Os jogadores entenderam o recado. "Queremos o título da Taça Rio, pois ajudaria a evitar um desgaste maior", analisou o lateral Juan, lembrando que o Flamengo seria o campeão carioca antecipado, sem a disputa da final, se vencer o segundo turno, já que também ganhou a Taça Guanabara. "Mas não vai ser fácil, pois os outros times sabem que esta é a última chance de chegarem à final. Ano passado tivemos problemas com o calendário, que nos prejudicou na Libertadores. Seria ótimo vencer agora." Juan, por sinal, tem sido a grande arma ofensiva do Flamengo pelo lado esquerdo, depois da queda de rendimento do lateral-direito Leonardo Moura. Ele deu passes para os dois gols da vitória sobre a Cabofriense, na última rodada da Taça Rio, e também foi autor da cabeçada que originou o gol de Marcinho contra o Nacional, pela Libertadores. "Venho tendo boas atuações desde o ano passado, e espero crescer cada vez mais. Mas o time todo se movimenta muitoFlamengoBruno; Leonardo Moura, Fábio Luciano, Ronaldo Angelim e Juan; Cristian, Ibson, Toró e Renato Augusto; Marcinho e SouzaTécnico: Joel SantanaFriburguenseAdriano; Éverton, Cadão, Messias e Gílson; Cassiano, Elan, Carlos Alberto e Victor Hugo; Alex e LéoTécnico: Cleimar RochaÁrbitro: Simone de Paula e SilvaEstádio: Maracanã, no RioHorário: 21h45. Souza, Marcinho, Renato Augusto fazem um papel muito importante, que abre espaços na defesa adversária", disse Juan. A curiosidade para o jogo desta quarta-feira fica por conta do trio de arbitragem, totalmente feminino, algo não muito comum no futebol carioca. A árbitra Simone de Paula e Silva será auxiliada por Fernanda Lisboa da Silva e Lilian da Silva Fernandes. SILÊNCIONa terça-feira, Joel não quis comentar a decisão da procuradoria do Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) do Rio, que resolveu indiciar Bruno, Jônatas, Obina e Toró por incidentes na derrota flamenguista para o Botafogo. "Tudo aqui no Flamengo ganha dimensão maior. Se falo alguma coisa, posso me complicar", justificou o treinador.

Tudo o que sabemos sobre:
FlamengoFriburguenseEstadual do Rio

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.