Flamengo promete uma ampla reforma

A derrota para o São Paulo agravou a crise no Flamengo e uma reunião entre o presidente do clube Edmundo Santos Silva e os membros do Departamento de Futebol está prevista para esta segunda-feira. A tendência é a de que uma ampla reformulação seja feita. Durante a nova derrota, os torcedores ofenderam, por várias vezes, Silva, o vice-presidente rubro-negro, Júlio Lopes, e jogadores, como o lateral-direito Maurinho e o atacante Leandro Machado. A torcida também deve realizar mais protestos, nesta segunda, na sede da Gávea. Durante o final de semana, os muros do local foram novamente pixados, com dizeres pedindo a saída de Silva. O Flamengo está com apenas dois pontos na tabela de classificação do Rio-São Paulo e ainda não venceu em 2002.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.