Flamengo quer iniciar arrancada final contra o Bahia

A derrota para o Botafogo no fim de semana alterou os cálculos do Flamengo para tentar uma vaga na Copa Libertadores. Nesta quarta-feira, o time tem de vencer o Bahia se quiser manter em alta a expectativa de parte de sua torcida em uma arrancada na reta final do Campeonato Brasileiro. O jogo, às 21h50, no estádio do Maracanã, pela 29.ª rodada, também é importante para que o clube rubro-negro se distancie da outra ponta da competição, a do rebaixamento, e deixe o Bahia no bolo dos ameaçados.

AE, Agência Estado

16 de outubro de 2013 | 07h33

O técnico Jayme de Almeida perdeu a sua invencibilidade exatamente contra o Botafogo. Agora, exige a reabilitação. Ele confirmou o ataque da equipe, com Paulinho e Hernane.

Como os ingressos variam de R$ 15 a R$ 100, a diretoria do Flamengo espera um grande número de torcedores no estádio, apesar do balde de água fria que os rubro-negros receberam com a virada do Botafogo no último domingo.

Para Jayme de Almeida, a torcida flamenguista faz a diferença em muitas situações, principalmente quando o adversário é de fora do Estado. O técnico tem o apoio dos torcedores, mas já há quem se manifeste contra ele por não aproveitar o jovem Rafinha, que tem ocupado o banco de reservas.

O Flamengo, nos últimos dias, passou a tratar com mais atenção alguns jogadores que estão no limite do desgaste físico, entre os quais André Santos e Carlos Eduardo - que nesta terça realizaram trabalho específico no Ninho do Urubu. Essa questão pode ter influência no jogo desta quarta e nos próximos e a comissão técnica avaliará, de novo, qual o custo/benefício de manter a dupla como titular.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.