Flamengo quer sair das últimas posições

O Flamengo precisa derrotar o Goiás neste domingo, às 16 horas, no estádio Serra Dourada, para não correr risco de retornar à zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro. A tarefa, porém, não é fácil, principalmente se for levado em conta a ótima fase do adversário, que tem um elenco de boa qualidade técnica e que, no momento, luta pela liderança.O técnico Celso Roth, pode-se dizer, conhece bem o Goiás, clube pelo qual trabalhou no ano passado. De lá para cá, apenas quatro jogadores saíram do elenco e bons reforços foram contratados, o que, segundo o treinador, aumentou a capacidade da equipe goiana.Celso Roth destacou também que o clima em Goiânia também joga contra o time visitante. "O clima é seco e isso força os jogadores a fazerem uma hidratação adeqüada para que o condicionamento físico não caia de rendimento", declarou o técnico do Flamengo, que classifica a partida de hoje como "complicada".Para o treinador, o Flamengo terá que se superar em campo, se quiser somar mais três pontos na tabela de classificação. Receoso quanto ao poderio ofensivo do Goiás, ele escalará o time de maneira cautelosa. O esquema 4-5-1 será mantido, apesar de a equipe ter a necessidade de vencer.Um dos destaque do elenco rubro-negro, o meia Souza deu a receita para que os resultados positivos voltem a ocorrer. Em sua observação, nos dois últimos jogos a equipe sofreu gols antes dos seis minutos de jogo e teve que correr atrás do "prejuízo". "Depois que o adversário abre o placar, a gente acerta a marcação. Temos que fazer isso desde o início do jogo. Se o Flamengo resolver isso e melhorar um pouco a finalização, vai ficar muito forte", disse o meia, ressaltando que é nítida sua melhora física."Estou evoluindo e já estou me sentindo muito melhor. Quando as vitórias vierem, vou passar a me desgastar menos", afirmou Souza, ex-jogador de outro clube de grande torcida: o Corinthians.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.