Flamengo quer superar oscilações e derrotar o Santos

O Flamengo é um time frágil, sujeito a grandes oscilações, que não convence o seu torcedor. No entanto, o clube rubro-negro conta com dois fatores para superar o Santos, nesta quinta-feira, a partir das 21 horas, pela 20.ª rodada do Campeonato Brasileiro. Primeiro, o estádio do Maracanã. Segundo, o desgaste dos santistas, que jogaram quatro vezes nos últimos nove dias.

LEONARDO MAIA, Agência Estado

12 de setembro de 2013 | 08h05

Com esses elementos combinados, os flamenguistas esperam aliviar a sua situação na abertura do returno do Brasileirão. No Maracanã, em quatro jogos, três vitórias e um empate (incluindo a Copa do Brasil), desempenho que dá confiança em um triunfo sobre o Santos, que está em ascensão no campeonato.

O mau rendimento como mandante em outros estádios pesou mais que as divergências dos dirigentes rubro-negros com a concessionária que administra o Maracanã. Na esperança de o apoio da torcida representar ganho técnico em campo, os cartolas resolveram ceder e os próximos jogos serão no Rio de Janeiro.

Apesar disso, o técnico Mano Menezes tem problemas importantes. O goleiro Felipe, com lesão no tornozelo direito, perde o segundo jogo consecutivo - será substituído por Paulo Victor. O mesmo se dará com o zagueiro Chicão, com dores musculares. Samir e Wallace formam a zaga.

O zagueiro chileno González e o atacante boliviano Marcelo Moreno estão de volta depois de defenderam suas seleções, mas ficarão no banco de reservas. "González que vem de dois jogos com a seleção e chega de 12 horas de viagem", argumentou Mano Menezes. "A equipe não vai mudar muito. (A escalação) do meio para frente só amanhã (quinta)".

Apesar do mistério - o técnico fechou o treinamento desta quarta -, só haverá mudança no setor ofensivo se Rafinha for problema. O atacante sofreu uma pancada e deixou a atividade antes do fim. Antes dúvida, o lateral-esquerdo André Santos está confirmado entre os titulares.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.