Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Flamengo recebe Atlético com todos os olhos voltados para estreia de Torrent

Ex-auxiliar de Pep Guardiola assume o time rubro-negro após a saída de Jorge Jesus para o Benfica

Redação, Estadão Conteúdo

09 de agosto de 2020 | 11h53

O esperado reencontro entre os técnicos Jorge Jesus e Jorge Sampaoli acabou adiado. Mesmo assim, os holofotes estarão ainda mais focados na beira do gramado durante o duelo entre Flamengo e Atlético, às 16h deste domingo, na abertura do Campeonato Brasileiro. A partida marcará a estreia do técnico Domènec Torrent pela equipe carioca.

Anunciado oficialmente no dia 31 de julho, o treinador espanhol desembarcou no Rio de Janeiro na última segunda-feira e no mesmo dia comandou o primeiro treino no Ninho do Urubu. Com visto de trabalho e demais documentos regularizados nesta sexta-feira, o ex-auxiliar de Pep Guardiola está apto a comandar o atual campeão brasileiro já na primeira rodada da competição.

Com pouco tempo de trabalho, a tendência é que Torrent repita a formação base da Era Jesus. Os laterais Rafinha e Felipe Luís estão recuperados de problemas no tornozelo e na panturrilha, respectivamente, e devem ir para o jogo.

Engana-se, porém, quem acha que o novo treinador terá apenas o trabalho de manter o embalado trem flamenguista nos trilhos. Nas primeiras atividades com o elenco, "Dome" - como pediu para ser chamado - deixou claro que traria novas ideias e exigências para o clube. Para evitar falhas de comunicação, inclusive, solicitou aulas particulares de português para a nova comissão técnica.

"No Flamengo, tem que ganhar, ganhar e ganhar. Porque o Flamengo é um dos grandes clubes do mundo", arriscou Torrent, em portunhol, na chegada ao Brasil.

O treinador catalão trabalhou durante duas décadas como auxiliar de Guardiola, primeiro no Barcelona-ESP, depois no Bayern de Munique-ALE e, por fim, no Manchester City-ING. Nas últimas duas temporadas, esteve à frente do New York City-EUA.

Agora, terá a responsabilidade de substituir um dos maiores técnicos da história do Flamengo, no comando do elenco mais qualificado do futebol brasileiro e que merecidamente vem sendo considerado como o maior favorito à conquista da Série A.

"Acho que são metodologias diferentes e pensamentos diferentes. Inevitavelmente, vamos sofrer mudanças e ter novidades. Esperamos ficar habituados. Tivemos uma semana de muito trabalho e vamos buscar entender o que ele quer para colocar em prática e buscar os títulos. É o que nos interessa", avaliou o volante Willian Arão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.