Flamengo reclama da arbitragem no ABC

A derrota para o São Caetano não chegou a repercutir mal na Gávea. A comissão técnica e a diretoria do clube concluíram que o time está em formação, com uma base montada e que os resultados vão vir a longo prazo. As reclamações foram reforçadas contra a arbitragem. Os jogadores do Flamengo afirmaram que o São Caetano abusou da violência com a conivência do árbitro Evandro Roman. Caio e Fellype Gabriel, com luxações, não devem treinar nesta terça-feira. Eles se disseram vítimas da deslealdade de alguns atletas do São Caetano. Para o clássico de domingo contra o Fluminense, em Volta Redonda, os dirigentes rubro-negros decidiram dividir a carga total de ingressos (19.200) com os tricolores. Pelo regulamento do Campeonato Brasileiro, caberia ao clube mandante, no caso o Flamengo, 90% dos bilhetes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.