Alexandre Vidal/Flamengo
Alexandre Vidal/Flamengo

Flamengo só deve ter Arrascaeta como titular diante do São Paulo

Rubro-negro vai escalar time praticamente reserva antes de decisão na Libertadores, contra o Peñarol

Redação, Estadão Conteúdo

04 de maio de 2019 | 20h10

O meia uruguaio Arrascaeta deve ser o único jogador titular do Flamengo no jogo deste domingo, às 16 horas, no Morumbi, pela terceira rodada do Campeonato Brasileiro. Pará, Bruno Henrique e Gabriel Barbosa também desembarcaram neste sábado à tarde na capital paulista, mas deverão ficar como opção no banco de reservas.

Como era esperado, o zagueiro Rodrigo Caio fica de fora do jogo contra seu ex-time. O jogador voltou aos treinos na sexta-feira, após cinco dias em observação. O atleta sofreu um corte na boca, após um choque com o zagueiro Dedé, sábado passado, na vitória sobre o Cruzeiro, no Maracanã. O jogador chegou a ir para o hospital.

A novidade deve ser o retorno do atacante colombiano Berrío, após dois meses em recuperação de lesão no tornozelo. O jogador só atuou 27 minutos neste ano. A provável escalação do Flamengo é: César; Rodinei, Thuler, Dantas (Hugo Moura) e Trauco; Piris da Motta, Ronaldo e Diego; Berrío, Arrascaeta (Lucas Silva) e Lincoln.

Com uma vitória (Cruzeiro) e uma derrota (Internacional), o time rubro-negro tem como principal preocupação no momento o jogo de quarta-feira, pela sexta e última rodada da fase de grupos da Copa Libertadores, contra o Peñarol, em Montevidéu. A delegação carioca fica em São Paulo até segunda e viaja na sequência para o Uruguai.

O Flamengo lidera o Grupo D da Copa Libertadores, ao lado do Peñarol, com nove pontos cada. A LDU, que recebe o San Jose, em Quito, tem sete pontos. Um empate garante a equipe da Gávea nas oitavas de final da principal competição sul-americana.

O técnico Abel Braga, que está pressionado e ameaçado de demissão, caso não obtenha um bom resultado nos dois próximos jogos, não deverá contar diante do Peñarol com o goleiro Diego Alves, sob tratamento de uma lombalgia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.