Divulgação
Divulgação

Flamengo supera ASA e abre vantagem fora de casa

O torcedor de Arapiraca pagou R$ 100 reais para assistir ao confronto

LEONARDO MAIA, Agência Estado

11 de julho de 2013 | 00h09

Em um jogo sofrível, o Flamengo superou o ASA por 2 a 0, na noite desta quarta-feira, e abriu vantagem no duelo da terceira fase da Copa do Brasil. Com gols de Marcelo Moreno e Nixon no segundo tempo, o time carioca obteve em Arapiraca folga para decidir a vaga nas oitavas de final no dia 17, no Estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda.

Apenas um triunfo alagoano por três gols de diferença evita que o Flamengo avance às oitavas de final. Mas nessa fase a equipe do técnico Mano Menezes vai encarar os times brasileiros que disputaram a Copa Libertadores e será necessário apresentar muito mais.

O torcedor de Arapiraca, que foi ao estádio Coaracy Fonseca, pagou R$ 100 reais para assistir a um jogo em que seriam eles que deveriam receber para presenciar o fraco desempenho das duas equipes.

Em 45 minutos, Mano deve ter percebido com o que seus antecessores recentes tiveram que lidar, a ausência de um homem com inteligência e qualidade para armar as jogadas. O Flamengo começou com o volante Val atuando de ponta direita, principalmente para marcar os avanços do lateral adversário. Com 35 minutos, já estava exausto.

Mano percebeu o erro e deslocou Paulinho para o setor, puxou Adryan para a ponta esquerda e voltou com Val para a cabeça-de-área. Mas isso não melhorou a produção ofensiva de sua equipe. Em 45 minutos, o time carioca não criou uma única oportunidade de gol. O único lance de perigo, uma cobrança de falta de João Paulo desviada de cabeça por González, que Gilson salvou bem.

O segundo tempo não trouxe nenhuma melhora, até que o treinador rubro-negro finalmente sacou Val e colocou o garoto Nixon em campo. Foi o que bastou para que os cariocas voltassem ao Rio com um bom resultado.

Aos 18, uma jogada errada resultou no gol quando Nixon lutou por bola perdida e serviu Marcelo Moreno, que, com seu faro de gol habitual, colocou para as redes. Dez minutos depois, foi a vez do camisa 9 servir o atacante reserva. Nixon entrou bem na área e tocou na saída de Gilson.

Com a vitória construída apesar do mau desempenho, o Flamengo se deu por satisfeito e controlou o resultado até o apito final.

FICHA TÉCNICA:

ASA 0 x 2 FLAMENGO

ASA - Gilson; Osmar, Thiago Garça, Edson Veneno e Chiquinho Baiano; Rudiero (Tallyson), Jorginho, Reinaldo Silva e Didira (Gilsinho); Wanderson (Valdívia) e Leo Gamalho. Técnico: Ricardo Silva.

FLAMENGO - Felipe; Leonardo Moura (Diego Silva), Wallace, González e João Paulo; Cáceres, Val (Nixon), Elias e Adryan (Carlos Eduardo); Paulinho e Marcelo Moreno. Técnico: Mano Menezes.

GOLS - Marcelo Moreno, aos 18, e Nixon, aos 28 minutos do 2º tempo.

CARTÕES AMARELOS - Edson Veneno, Leo Gamalho, Osmar, Chiquinho Baiano (ASA); Adryan, González (FLA).

ÁRBITRO - Leandro Bizzio Marinho (SP).

RENDA e PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Coaracy Fonseca, em Arapiraca (AL).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa do BrasilFlamengoASA

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.