Antonio Lacerda/EFE
Antonio Lacerda/EFE

Flamengo supera o Fluminense e abre vantagem nas quartas da Copa Sul-Americana

Rubro-negro larga na frente em disputa por vaga na semifinal com vitória por 1 a 0, no Maracanã

Estadão Conteúdo

26 Outubro 2017 | 00h08

O Flamengo saiu na frente no clássico carioca que vale vaga nas semifinais da Copa Sul-Americana. Nesta quarta-feira, pelo jogo de ida das quartas de final, o time rubro-negro derrotou como visitante o Fluminense por 1 a 0, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro, e abriu uma vantagem para o duelo da volta, na próxima quarta, às 21h45, no mesmo local.

+ TEMPO REAL - Fluminense 0 x 1 Flamengo

+ Grêmio arrasa o Barcelona-EQU e fica perto da final da Libertadores

Na semana que vem, o Flamengo terá a vantagem do empate para conseguir a classificação às semifinais. Ao Fluminense resta vencer por dois ou mais gols de diferença ou por 1 a partir de 2 a 1, já que assim terá feito mais gols como visitante. Um novo 1 a 0, desta vez para o time tricolor, levará o confronto para uma decisão por pênaltis.

Quem passar do clássico carioca poderá ter outro time brasileiro na luta por uma vaga na final. Nesta quinta-feira, no estádio da Ilha do Retiro, no Recife, o Sport abrirá o seu confronto contra o Junior Barranquilla, da Colômbia.

Em campo, o jogo foi pegado, com muita marcação. Tanto que logo no primeiro minuto o equatoriano Orejuela foi "prensado" por Éverton Ribeiro e Lucas Paquetá e teve que ser atendido pelo médico. Pouco depois, aos 11, Marcos Junior exagerou na entrada em Rever e acabou ocasionando a saída do zagueiro flamenguista - Rhodolfo entrou aos 15.

Com tanta disposição das equipes na marcação, pouca coisa ofensiva foi criada. Até que, aos 27 minutos, o Flamengo abriu o placar. Éverton Ribeiro deu um lindo passe para Willian Arão no lado direito da área, que bateu cruzado e de bico. O goleiro Diego Cavalieri espalmou para o lado direito e Everton apareceu para empurrar para o fundo do gol.

A desvantagem deu uma desequilibrada no Fluminense, que não teve forças até o intervalo para tentar o empate. Para a segunda etapa, o técnico Abel Braga pediu mais movimentação de seus atacantes e, assim, o time começou a levar perigo. Aos 10 minutos, após bate-rebate na área do Flamengo, a bola sobrou para Marcos Junior, que chutou forte e acertou a trave esquerda de Diego Alves.

O Fluminense continuou atacante e teve mais uma oportunidade aos 21 minutos em chute de Sornoza. Mas deu espaço para o Flamengo buscar algum contra-ataque mortal. E ele quase veio aos 38, quando Trauco cobrou falta na área, Juan saiu de trás da linha de impedimento feita pelo time tricolor e buscou Willian Arão no toque de cabeça. A bola acertou a trave de Diego Cavalieri.

Na base do lançamento e do cruzamento, o Fluminense seguiu tentando o empate, mas não conseguiu e agora terá de vencer na próxima semana.

NO PARAGUAI

O Independiente, o maior campeão da Copa Libertadores, ficou muito perto de uma vaga nas semifinais da Sul-Americana. Nesta quarta-feira, mesmo jogando no estádio Defensores del Chaco, em Assunção, goleou o Nacional, do Paraguai, por 4 a 1, levando uma enorme vantagem para o duelo da volta, na semana que vem, na Argentina.

Quem passar deste confronto terá pela frente o vencedor de outro duelo entre argentinos e paraguaios. Na última terça-feira, também em Assunção, o Libertad derrotou o Racing por 1 a 0. A volta na Argentina será na semana que vem.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE 0 x 1 FLAMENGO

FLUMINENSE - Diego Cavalieri; Lucas, Renato Chaves, Reginaldo e Marlon (Robinho); Richard, Orejuela (Wendel), Gustavo Scarpa, Sornoza e Marcos Junior (Wellington Silva); Henrique Dourado. Técnico: Abel Braga.

FLAMENGO - Diego Alves; Pará, Juan, Rever (Rhodolfo) e Trauco; Willian Arão e Cuéllar; Éverton Ribeiro, Diego e Everton (Márcio Araújo); Lucas Paquetá (Felipe Vizeu). Técnico: Reinaldo Rueda.

GOL - Everton, aos 27 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Renato Chaves, Marcos Junior e Wellington Silva (Fluminense); Pará, Trauco e Lucas Paquetá (Flamengo).

ÁRBITRO - Mario Díaz de Vivar (Fifa/Paraguai).

RENDA - R$ 1.208.050,00.

PÚBLICO - 27.014 pagantes (30.946 no total).

LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ).

Mais conteúdo sobre:
Flamengo Fluminense Copa Sul-americana

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.