Bruno Kelly/Agif
Bruno Kelly/Agif

Flamengo supera São Paulo em Manaus e leva torneio amistoso

Rubro-negro leva título do Super Series após conquistar duas vitórias em dois jogos disputados; São Paulo não tem boa atuação

Marcius Azevedo, O Estado de S. Paulo

25 de janeiro de 2015 | 18h57

O São Paulo queria começar o ano com um título, mesmo que simbólico, do triangular Super Series, mas o futebol apresentado contra o Flamengo, neste domingo, na Arena Amazônia, em Manaus, foi insuficiente. O time tricolor demonstrou poucos momentos de lucidez e foi derrotado por 1 a 0.

Ocupando mais uma vez o lugar do técnico Muricy Ramalho, que deve ter alta hoje após ser internado com um quadro de diverticulite na quinta-feira, Milton Cruz mexeu na equipe em relação ao jogo contra o Vasco, na sexta. Carlinhos, Denilson e Alan Kardec ficaram no banco, com Reinaldo, Maicon e Thiago Mendes, entre os titulares.

O esquema 4-5-1 povoou o meio de campo e isolou Luis Fabiano lá na frente, como referência. A consequência foi um time que ficava a maior parte do tempo com a bola no pé, mas não conseguia ser agudo, principalmente porque Paulo Henrique Ganso estava apagado.

Na única jogada em que Luis Fabiano funcionou como referência, aos 43 minutos, Thiago Mendes saiu livre diante do goleiro Paulo Victor, mas demorou para finalizar e, pressionado por Samir, chutou para fora.

Fora isso, o primeiro tempo do São Paulo foi pouco produtivo. Os jogadores tomavam decisões erradas e se precipitavam, parando sempre na marcação do adversário. O Flamengo buscava aproveitar as falhas e sair em velocidade. Arthur Maia foi o responsável por desperdiçar a melhor chance, aos 18 minutos, quando Edson Silva e Souza bateram cabeça, e ele apareceu livre diante de Rogério Ceni. O goleiro foi mais feliz.

No segundo tempo, Milton Cruz colocou Carlinhos, Denilson e Alan Kardec nos lugares de Reinaldo, Souza e Luis Fabiano, respectivamente, mas manteve o esquema inoperante. A paciência durou até os 16 minutos, quando o Flamengo era mais organizado e agressivo. Alexandre Pato entrou na vaga de Ganso, deixando o São Paulo com dois atacantes.

A formação mais ofensiva fez o São Paulo recuperar um pouco do terreno. O técnico Vanderlei Luxemburgo respondeu rapidamente e, com algumas mudanças, renovou o fôlego rubro-negro. Neste cenário, melhor para o Flamengo. Luiz Antonio, uma das substituições, fez linda jogada pelo lado direito e cruzou para Samir. O zagueiro, posicionado como centroavante, fuzilou Rogério Ceni, aos 34 minutos.

Após o gol, o São Paulo viveu instantes de desespero e viu o Flamengo perder inúmeras chances para ampliar o placar. Nos minutos finais, uma tímida reação, com boa participação do estreante Jonathan Cafu, quase rendeu o empate ao time tricolor.  Aos 47 minutos, Alexandre Pato desperdiçou boa oportunidade. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.