Alexandre Loureiro/Divulgação - 30/08/2010
Alexandre Loureiro/Divulgação - 30/08/2010

Flamengo tenta afastar a crise com vitória em Prudente

Sem vencer a sete jogos, equipe carioca encara pressão nesta quarta, às 22 horas, fora de casa

AE, Agência Estado

15 de setembro de 2010 | 07h52

O ataque do Flamengo não marca gol desde 21 de julho - está há mais de 1000 minutos sem marcar -, o time não vence há sete jogos e uma nova derrota pode levar o atual campeão brasileiro pela primeira vez no ano, à zona de rebaixamento. Para o ambiente melhorar na Gávea, só há um jeito: o time vencer nesta quarta-feira à noite o Prudente, que também está mal no Brasileirão, em Presidente Prudente. A bola vai rolar às 22 horas.

Veja também:

linkPrudente quer presentear cidade com uma vitória

O técnico Silas, que ainda não venceu no comando do Flamengo, fez mistério. Não quis revelar qual esquema tático a equipe atuará e nem se o experiente Petkovic vai começar o jogo. Ele pode perder a vaga para o meia Renato, que ficou fora do último confronto, contra o Vitória, no último fim de semana, para melhorar o condicionamento físico.

"Estamos evoluindo. O problema é entrar no melhor ritmo e a vitória aparecer", disse o treinador, convicto de que a partida no Prudentão será decidida nos detalhes.

DÍVIDA. No início da tarde desta terça, o presidente do Caxias, Osvaldo Voges, prometeu ir à Fifa se o Flamengo não pagar pelo empréstimo do atacante colombiano Cristian Borja. O valor da dívida é de R$ 300 mil. De acordo com o dirigente, o clube da Gávea ainda não depositou nenhuma das três prestações de R$ 100 mil. Mais tarde, os dois clubes entraram em acordo e a diretoria rubro-negra vai começar a pagar o valor da transferência.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.