Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90
Gilvan de Souza/ Flamengo
Gilvan de Souza/ Flamengo

Flamengo tenta se garantir na Libertadores antes da final da Copa Sul-Americana

Vitória pode embalar o time para a final contra o Independiente, da Argentina

Estadao Conteudo

03 de dezembro de 2017 | 09h54

Depois da festejada classificação à decisão da Copa Sul-Americana, na última quinta-feira, o Flamengo encerra neste domingo a sua participação no Campeonato Brasileiro contra o Vitória, às 17 horas (de Brasília), no estádio Barradão, em Salvador, pela 38.ª e última rodada da competição.

+ Desfalcado, Vitória aposta em 'emocional fortalecido' por permanência na Série A

E, embora o foco esteja voltado para a final contra o Independiente, da Argentina, o Flamengo encara o jogo deste domingo também como decisivo. A equipe carioca está em sexto lugar do Brasileirão, com 53 pontos, e precisa vencer para se garantir na Copa Libertadores.

Uma possível classificação pela competição nacional, assim, não apenas tiraria certa pressão da final da Copa Sul-Americana, como embalaria o time para enfrentar o Independiente, ainda mais depois da boa vitória sobre o Junior Barranquilla, na Colômbia.

"O jogo (contra o Vitória) é fundamental para a gente também. Queremos sair daqui com essa classificação para a Libertadores", garantiu o goleiro César, muito celebrado depois de substituir Alex Muralha e defender um pênalti em Barranquilla. "Estou muito feliz, a torcida do Flamengo sempre foi assim. Contamos com o apoio deles nesta reta final".

Embora o triunfo possa garantir o Flamengo na Libertadores, o técnico colombiano Reinaldo Rueda deve poupar alguns titulares neste domingo, uma vez que o primeiro duelo contra o Independiente ocorre já na próxima quarta-feira, na Argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.