Gilvan de Souza/Flamengo
Gilvan de Souza/Flamengo

Flamengo vence clássico quente e acaba com os 100% do Botafogo na Taça Rio

Rubro-negro faz 1 a 0 sobre o rival em jogo recheado de polêmicas no Engenhão; Vinícius Júnior é expulso

Estadão Conteúdo

03 Março 2018 | 19h49

A polêmica na semifinal da Taça Guanabara quando Vinícius Júnior comemorou seu gol com o "chororô" refletiu no clássico realizado neste sábado à tarde, no Engenhão, pela terceira rodada da Taça Rio, o segundo turno do Campeonato Carioca. Com os ânimos exaltados, Flamengo e Botafogo fizeram uma partida tensa com 11 cartões amarelos e um vermelho. Com a bola rolando, o rubro-negro levou a melhor e venceu por 1 a 0. Fez "barba e cabelo" porque na preliminar levou o título sub-20 da Taça Guanabara também em cima do Botafogo, por 1 a 0, gol de Yuri.

+ TEMPO REAL - Flamengo 1 x 0 Botafogo

+ Após cirurgia, Neymar fica no Brasil e inicia reabilitação no Rio

O gol marcado pelo zagueiro Rhodolfo logo aos três minutos de jogo colocou o Flamengo na liderança isolada do Grupo B da Taça Rio, com seis pontos. O time comandado por Paulo César Carpegiani ainda pode ser alcançado pelo Vasco, que entra em campo no domingo. Por outro lado, o Botafogo perdeu os 100% de aproveitamento no segundo turno e caiu para a quarta colocação do Grupo C, com os mesmos seis pontos do rival.

Muitos torcedores ainda entravam no Engenhão quando o Flamengo abriu o placar. Logo aos três minutos, Diego cobrou falta para dentro da área e Rhodolfo cabeceou no cantinho direito de Gatito Fernández. O zagueiro estava levemente adiantado, em posição de impedimento.

O gol sofrido acordou o Botafogo, que reclamou de um pênalti não marcado em Kieza na sequência. Aos 13 minutos, Ezequiel recebeu de Rodrigo Pimpão, cortou a marcação e bateu para defesa de Diego Alves.

Devido ao forte calor que fazia no Rio de Janeiro, o árbitro João Batista de Arruda concedeu a parada técnica aos 20 minutos. Na volta, Kieza deixou tudo igual de cabeça, mas o auxiliar assinalou impedimento do atacante botafoguense, o que gerou reclamações. Um lance duvidoso.

O alvinegro era melhor em campo. Léo Valencia tentou surpreender Diego Alves em cobrança direta, mas o goleiro estava atendo e espalmou para escanteio. Aos 29, Diego cobrou falta e Gatito Fernández foi buscar. Depois de um início movimentado, os dois times diminuíram o ritmo. Everton ainda tentou ampliar de cabeça, mas mandou para fora.

O Botafogo voltou com Leandro Carvalho no lugar de Ezequiel, mas a alteração não surtiu muito efeito e quem criou a primeira chance do segundo tempo foi o Flamengo. Lucas Paquetá arriscou de fora da área e mandou por cima do travessão. Aos 20 minutos, o árbitro paralisou o jogo para os jogadores se hidratarem e os técnicos aproveitaram para passar orientações.

Após a paralisação, Marcos Vinícius soltou uma bomba de fora da área e assustou Diego Alves. O Flamengo respondeu com Felipe Vizeu, que havia acabado de entrar no lugar de Henrique Dourado, mas a cabeçada saiu por cima do travessão. A torcida rubro-negra presente no Engenhão pediu Vinícius Júnior e foi atendida Éverton Ribeiro saiu.

Aos 30 minutos, Renê tentou tirar e quase marcou gol contra. Na cobrança do escanteio, Marcelo cabeceou no ângulo e Diego Alves fez grande defesa. Após falta em cima de Igor Rabello no meio-campo, Vinícius Júnior foi expulso de forma direta pelo árbitro. O atacante rubro-negro deixou o gramado reclamando muito com a arbitragem.

Com um homem a mais, o Botafogo tentou esboçar uma pressão, mas encontrou um Flamengo bem postado e que conseguiu segurar a vitória.

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira, contra o Boavista, às 21h45, no estádio Raulino de Oliveira, em Volta Redonda. Na terça-feira, o Botafogo recebe o Bangu, às 21h30, no Engenhão. Os jogos são válidos pela quarta rodada da Taça Rio.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 1 X 0 BOTAFOGO

FLAMENGO - Diego Alves; Rodinei, Réver (Léo Duarte), Rhodolfo e Renê; Jonas, Diego, Everton Ribeiro, Everton e Lucas Paquetá; Henrique Dourado (Felipe Vizeu). Técnico: Paulo César Carpegiani.

BOTAFOGO - Gatito Fernández; Marcinho, Igor Rabelo, Marcelo e Moisés; Rodrigo Lindoso, João Paulo e Léo Valencia (Marcos Vinícius); Ezequiel (Leandro Carvalho), Kieza e Rodrigo Pimpão (Brenner). Técnico: Alberto Valentim.

GOL - Rhodolfo, aos três minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - João Batista de Arruda.

CARTÕES AMARELOS - Diego, Jonas, Diego Alves, Lucas Paquetá e Henrique Dourado (Flamengo); Rodrigo Pimpão, Marcelo, Leandro Carvalho, Leandro Carvalho, Ezequiel e Moisés (Botafogo).

CARTÃO VERMELHO - Vinícius Júnior (Flamengo).

RENDA - R$ 286.543,00.

PÚBLICO - 7.126 pagantes (8.745 ao total).

LOCAL - Estádio do Engenhão, no Rio.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.