Flamengo vence com gol contra e deixa Vasco na lanterna

Jorge Luiz manda para as próprias redes e recupera o clube rubro-negro dentro do Campeonato Brasileiro

Leonardo Maia, O Estado de S. Paulo

19 de outubro de 2008 | 20h25

O clima no Rio de Janeiro foi compatível com o fraco clássico deste domingo entre Vasco e Flamengo, no Maracanã. O futebol foi frio e nebuloso, e mais adequado ainda foi que o gol da vitória por 1 a 0 do Flamengo, que atuou com um jogador a menos em quase todo o segundo tempo, tenha saído em um gol contra de Jorge Luiz.   Veja também:  Vote: quem vai levar o título do Brasileirão?   Brasileirão Série A - Classificação   Brasileirão Série A  - Calendário e resultados  Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão  Bate-Pronto: Clássicos e equilíbrios    Com o resultado, o Flamengo permanece em quinto lugar no Campeonato Brasileiro, mas está a apenas um ponto do quarto colocado, o São Paulo - 52 contra 53. Já o Vasco, que não vence há nove rodadas e está há mais de um ano sem ganhar um clássico regional, continua segurando a lanterna, com 27 pontos, superado pelo Ipatinga.   O baixo nível técnico foi a tônica do jogo, com muitos erros de passe, principalmente por parte do Flamengo. O Vasco, assim, dominava as ações e arriscava mais, obrigando Bruno a fazer seguidas defesas. Era uma partida de poucas emoções e muito nervosismo.   A primeira finalização rubro-negra veio apenas aos 32 minutos, com chute perigoso de Marcelinho Paraíba. Mas apesar de criar muito pouco, um misto de competência e sorte banhou o Flamengo. Em contra-ataque rápido, Ibson lançou para Everton, que tocou de cabeça para Obina. Na força de vontade, o atacante foi passando pela defesa vascaína. Sem muito o que fazer, Jorge Luiz tentou o desarme e acabou anotando contra. Obina comemorou o lance como se o gol tivesse sido marcado por ele.   O placar era um tanto imerecido pelo futebol ruim apresentado por ambas as equipes na primeira etapa, debaixo de uma chuva fina. No segundo tempo, o Vasco seguiu ligeiramente melhor, em busca do único resultado que lhe interessava. A situação ficou ainda mais complicada para o Flamengo quando Fábio Luciano foi merecidamente expulso por falta em Alan Kardec, aos 20 minutos.   Os cruzmaltinos quase empataram aos 24, quando Fernando cabeceou no canto, mas Bruno fez defesa muito difícil. Recuado, o Flamengo tentava apenas os contra-ataques e a pressão era toda vascaína. Só no segundo tempo, por exemplo, o Vasco finalizou 10 vezes, contra 3 dos rivais, mas sem real perigo e quase sempre parando na solidez do goleiro Bruno.   VASCO 0 X 1 FLAMENGO VASCO - Rafael; Eduardo Luiz (Pinilla), Jorge Luiz, Fernando; Baiano (Wagner Diniz), Mateus (Pedrinho), Jonílson, Madson e Valmir; Alex Teixeira e Alan Kardec. Técnico: Renato Gaúcho. FLAMENGO - Bruno; Aírton, Fábio Luciano e Ronaldo Angelim; Leonardo Moura, Toró, Ibson, Everton (Fierro) e Juan; Marcelinho Paraíba (Dininho) e Obina (Josiel). Técnico: Caio Júnior.   GOl - Jorge Luiz (contra), aos 43 do primeiro tempo. ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (Fifa-RJ). CARTÃO AMARELO - Jorge Luiz, Mateus e Wagner Diniz (Vasco); Juan (Flamengo). CARTÃO VERMELHO - Fábio Luciano (Flamengo). LOCAL - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro.

Tudo o que sabemos sobre:
Brasileirão Série AVascoFlamengo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.