Flamengo vence o Flu de virada: 4 a 3

No dia em que o Fluminense apresentou à torcida o meia Roger, recém-contratado, quem brilhou no clássico com o Flamengo foi o seu homônimo no adversário. O lateral-esquerdo Roger, que só foi escalado porque o técnico Abel Braga decidiu dar mais uma chance ao jogador, marcou dois gols na vitória sobre o Tricolor, por 4 a 3, de virada, no Maracanã, pelo Campeonato Carioca. Nem mesmo os dois gols do atacante Romário foram suficientes para evitar a derrota.O Fluminense começou pressionando o Flamengo, mas sem transformar este domínio em oportunidades de gol. Aos poucos, o Rubro-Negro foi equilibrando a partida e passou a ter algumas chances para inaugurar o placar. O meia Felipe, sem uma marcação especial, tinha liberdade para criar as jogadas bem como finalizar. O goleiro Kléber, porém, era o melhor em campo do Tricolor e conseguia evitar o pior para sua equipe.Somente aos 29 minutos, o Fluminense conseguiu assustar o gol adversário. O lateral-direito Leonardo Moura chutou cruzado, obrigando o goleiro Júlio César a fazer uma defesa em dois tempos. O Flamengo respondeu com o atacante Jean, que entrou na área, mas acabou finalizando mal, por cima do gol. Logo depois, Kléber salvou em cobrança de falta.Quando tudo indicava que o primeiro tempo terminaria 0 a 0, as duas equipes resolveram brindar suas torcidas com gols. Aos 41 minutos, Júlio César armou um contra-ataque para o Flamengo. Jean tocou para Felipe e recebeu de volta na entrada da área. Ele chutou sem chances para Kléber. Mas nem deu tempo para o Rubro-Negro comemorar. O Fluminense respondeu aos 42. O meia Ramon passa para Romário e o craque não desperdiçou a oportunidade para empatar.No segundo tempo, o Fluminense voltou melhor e, logo aos seis minutos, o zagueiro Fabiano Eller cometeu pênalti em Leonardo Moura.Romário cobrou e colocou o Tricolor na frente no placar. O Flamengo não sentiu o gol e passou a tentar o empate. Mas aos 19, Júnior Baiano afastou mal, Romário tocou para Rodolfo ampliar para o Fluminense.Quando tudo indicava para uma vitória do Tricolor das Laranjeiras, aos 23, Romário sentiu dores no joelho e pediu para ser substituído. No minuto seguinte, Felipe recebeu na entrada da área e descontou para o Flamengo. Aos 26, veio o empate. O lateral-direito Rafael cruzou e Roger, que vinha sendo perseguido pelos torcedores nos últimos jogos, cabeceou no canto esquerdo. de Kleber. Aos 30, para finalizar o belo jogo, Felipe deu belo passe para Roger marcar o gol da vitória rubro-negra. E a expulsão de Rodolfo, aos 35, tirou todas as chances do Tricolor em impedir a derrota.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.