Divulgação/Vipcomm
Divulgação/Vipcomm

Flamengo vence o Fluminense de virada por 5 a 3

Adriano, com três gols, e Vágner Love são os destaques na vitória no Maracanã pela Taça Guanabara

Bruno Lousada, O Estado de S. Paulo

31 de janeiro de 2010 | 22h00

Um clássico agitado, emocionante, imprevisível, digno dos grandes Fla-Flus. O Fluminense vencia por 3 a 1 até o intervalo, mas o Flamengo reagiu e conseguiu uma virada heroica. Assim, venceu neste domingo por 5 a 3, no Maracanã, mesmo estando com um jogador a menos desde os 17 minutos do segundo tempo.

Com o resultado, o time rubro-negro manteve os 100% de aproveitamento no Campeonato Carioca e está próximo da classificação para a semifinal da Taça Guanabara - lidera o Grupo A com 15 pontos. Já o Fluminense está em segundo, com 12.

O técnico Cuca sofreu com uma baixa importante antes da partida começar: após fazer teste físico no vestiário, o atacante Fred foi vetado devido a uma contusão na panturrilha direita. Alan entrou em seu lugar. E não decepcionou: ele fez 1 a 0 logo em seu primeiro chute e sofreu um pênalti na sequência, convertido por Conca.

O Flamengo diminuiu com Adriano, de pênalti. Mas a torcida nem teve tempo de comemorar, pois o zagueiro Cássio fez, rapidamente, 3 a 1 para o Fluminense. Tudo isso no primeiro tempo, dominado pelo clube das Laranjeiras.

Só que no segundo tempo, o Flamengo arranjou fôlego extra para correr atrás e empatar o clássico, com gols de Vagner Love e Kléberson. O Fluminense sentiu o golpe, mas o zagueiro Álvaro tratou de esfriar a reação rubro-negra - foi expulso ao fazer falta dura em Alan. Com um jogador a menos, brilhou a estrela de Adriano: marcou mais duas vezes e assegurou a virada.

"Vitória da superação. Estamos tentando provar que não basta só o nome. É preciso fazer em campo", disse Adriano, que saiu de campo ovacionado pela torcida. "Está todo mundo de parabéns. Foi a vitória de um grupo batalhador", festejou Vagner Love.

"Aqui não tem vaidade. Um corre pelo outro", emendou Love, sobre a parceria com Adriano. "Os dois podem ir à Copa da África. Vamos trabalhar para isso".

FLUMINENSE 3 X 5 FLAMENGO

Fluminense - Rafael; Gum, Cássio (Kieza) e Leandro Euzébio; Mariano, Diguinho, Everton, Conca e Julio Cesar (Marquinho); Maicon (Willians) e Alan. Técnico - Cuca

Flamengo - Bruno, Fierro (David), Álvaro, Ronaldo Angelim e Juan; Toró, Fernando (Willians), Kleberson e Petkovic (Vinícius Pacheco); Vagner Love e Adriano. Técnico - Andrade

Gols - Alan, aos 13, Conca, aos 39, Adriano, aos 42, e Cássio, aos 45 minutos do primeiro tempo; Vagner Love, aos 6, e Kléberson, aos 8, e Adriano, aos 36 e 45 minutos do segundo tempo

Juiz - Marcelo de Lima Henrique

Cartão amarelo - Álvaro, Cássio, Juan, Éverton, Conca, Willians, Julio Cesar, Ronaldo Angelim e Diguinho

Cartão vermelho - Álvaro.

Renda - R$ 1.278.515, 00

Público - 51.233 pagantes

Local - Maracanã

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.