Flamengo vende carnê de ingressos

O Flamengo deu um passo rumo à modernidade, como qualificou seu presidente Hélio Ferraz, mas pode ter gerado mais uma fonte de problemas, ao lançar um carnê de venda antecipada de ingressos do time no Campeonato Brasileiro. Com o projeto, o clube ficou vulnerável a processos de torcedores, caso alguma de suas partidas tenha a data alterada, fato comum em competições no Brasil.Caso ocorram mudanças, o torcedor que adquirir um dos planos de venda antecipada de ingressos poderá entrar na Justiça contra o Flamengo, por se sentir lesado. Hélio Ferraz disse não acreditar em alterações na data dos jogos do time e salientou que o calendário de oito meses foi elaborado para facilitar a programação das equipes.O presidente ressaltou, no entanto, que em todo contrato deste tipo existe uma cláusula jurídica prevendo adiamentos, por motivo de força maior, que resguardarão o Flamengo em uma eventual mudança. "Claro que na hipótese de enchente ou outro motivo que impossibilite a realização da partida, o clube sairá ileso", explicou Hélio Ferraz. "Acredito que o calendário vai ser cumprido e não teremos problemas."O projeto é inédito por vender ingressos antecipados para partidas em um estádio onde o mandante não é o dono. Nesse caso, a parceria com o Maracanã foi firmada com o presidente da Superintendência de Desportos do Rio de Janeiro (Suderj), Francisco de Carvalho, o Chiquinho da Mangueira. Outro benefício foi o fato de as taxas de aluguel do local terem sido reduzidas para R$ 16 mil (benefício extenso aos demais clubes do Rio). Antes, era de R$ 12 mil acrescidos de 8% da renda total.No total, são seis tipos de planos à disposição do torcedor. O "Flamengo Sempre Total", que dará acesso aos 19 jogos disputados no Maracanã. Nele, a torcida terá direito uma cadeira especial e poderá escolher entre o que oferece transporte da Gávea até o local da partida (R$ 885,00) ou o sem a mordomia (R$ 665,00).Outro plano é o "Flamengo Sempre 10", em que o torcedor assistirá aos dez principais jogos da equipe, também na cadeira especial. Com transporte, o pacote sai por R$ 500,00 e sem o direito, R$ 400,00.Os dirigentes rubro-negros não esqueceram de elaborar modalidades para os torcedores de menor poder aquisitivo. Aqueles que desejarem ver os jogos do time das arquibancadas brancas poderão optar entre o plano "Flamengo Total" (R$ 190,00) e "Flamengo Sempre 10" (R$ 125,00).A venda dos pacotes já começaram e, na ocasião da compra, os torcedores receberão um cartão magnético codificado para todos as partidas. Os dirigentes garantem que o ingresso é a prova de falsificação. No dia dos jogos, os adeptos dos planos entrarão no Maracanã por uma roleta exclusiva e ainda concorrerão a sorteio de prêmios nos intervalos dos confrontos. Os interessados podem adquirir um dos pacotes pelo site do www.flamengo.com.br ou pelo telefone: (21) 2257-2424. O primeiro jogo do pacote acontecerá no dia 13 de abril, com o tradicional Flamengo x Fluminense.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.