Marcos de Paula/AE
Marcos de Paula/AE

Flamengo vira e deixa Atlético-MG na vice-liderança

Time rubro-negro negro ganha por 3 a 1 e chega ao sétimo lugar; Palmeiras permanece na ponta

SILVIO BARSETTI, Agencia Estado

30 de julho de 2009 | 23h18

O Flamengo venceu o Atlético Mineiro por 3 a 1, na noite desta quinta-feira, no Maracanã, e impediu que o time de Belo Horizonte alcançasse o Palmeiras na liderança do Campeonato Brasileiro. Com o resultado, a equipe carioca pulou da décima para a sétima posição. O Atlético é o segundo colocado.

 

Veja também:

forum Bate-Pronto - Seleção da 15.ª rodada

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Foi a segunda vitória seguida do técnico interino Andrade. Ele vai voltar a comandar o Flamengo, no domingo, contra o Náutico, no Rio. Depois, deve ceder a vez para o novo treinador, que a direção do clube da Gávea pretende anunciar durante a semana. A torcida do Flamengo, porém, já se manifesta a favor da permanência de Andrade. No final do jogo, gritava em coro: "Fica Andrade!"

O Atlético começou a partida em ritmo veloz e deu a impressão de que retomaria a ponta do Brasileiro. Logo aos 2 minutos, Serginho roubou a bola de Airton e deixou Éder Luís na frente de Bruno. O atacante bateu colocado e abriu o placar.

Com a vantagem parcial do Atlético, o Flamengo passou a errar passes e a não concluir bem suas jogadas. A torcida se impacientava e chegou a esboçar algumas vaias. Mas a virada veio em apenas dois minutos. Aos 36, Toró deu passe preciso para Leonardo Moura completar, sem defesa para Aranha. Aos 38, Kleberson chutou de primeira após lance bem desenhado por Everton.

Após o intervalo, o panorama do jogo não mudou muito. O Flamengo continuava perigoso e desperdiçou oportunidades, duas delas com Adriano. Emerson por pouco não fez gol de bicicleta. Num passe de Adriano, em contra-ataque rápido, Everton fez 3 a 1, aos 14 minutos do segundo tempo. O Atlético também criou boas jogadas e poderia ter diminuído, quando Pedro Paulo acertou a trave.

"Eu continuo interino ainda, até o jogo com o Náutico. Jamais eu imaginaria que a torcida poderia gritar o meu nome de novo, agora como treinador. Estou emocionado, mas vamos aguardar", disse Andrade, ex-volante do clube nos anos 80. Assim que terminou o jogo, ele caminhou para o vestiário ovacionado pelo público.

Na próxima rodada, o Flamengo vai enfrentar o Náutico, domingo, no Maracanã. O Atlético tentará se manter na vice-liderança diante do Coritiba, no mesmo dia, no Mineirão.

FLAMENGO 3 X 1 ATLÉTICO-MG

Flamengo - Bruno; Welinton, Airton e Ronaldo Angelim; Toró (Camacho), Willians, Leonardo Moura, Kleberson e Everton (Everton Silva); Emerson (Zé Roberto) e Adriano. Técnico: Andrade (interino)

Atlético-MG - Aranha; Márcio Araújo (Pedro Paulo), Werley e Welton Felipe; Thiago Feltri, Renan, Jonilson, Serginho (Marcos Rocha) e Júnior (Evandro); Éder Luís e Diego Tardelli. Técnico: Celso Roth

Gols - Éder Luís, aos 2, Leonardo Moura, aos 36, e Kleberson, aos 38 minutos do primeiro tempo. Everton, aos 14 minutos do segundo tempo

Cartões amarelos - Toró (Flamengo); Marcos Rocha (Atlético-MG)

Árbitro - Leonardo Gaciba (RS)

Renda - R$ 462.587,00

Público - 26.934 pagantes

Local - Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.