Lucas Uebel/Grêmio e Alexandre Vidal/Flamengo
Lucas Uebel/Grêmio e Alexandre Vidal/Flamengo

Flamengo visita Grêmio para virar vice-líder e esquentar briga por título brasileiro

Equipe do técnico Rogério Ceni pode ultrapassar Atlético-MG e São Paulo e ficar quatro pontos atrás do Internacional

Felipe Rosa Mendes, O Estado de S.Paulo

28 de janeiro de 2021 | 07h00

O Flamengo poderá esquentar de vez a briga pelo título do Brasileirão nesta quinta-feira. Diante do Grêmio, às 20 horas, em Porto Alegre, a equipe carioca terá a oportunidade de somar mais três pontos e assumir a vice-liderança da tabela, ficando a quatro pontos do líder Internacional - os dois times ainda vão se enfrentar na reta final do campeonato.

Com 55 pontos, o time de Rogério Ceni poderá chegar aos 58, empatando em pontos com o São Paulo. No entanto, terá uma vitória a mais, caso supere a equipe de Renato Gaúcho. O Inter ocupa o primeiro posto, com 62 pontos. Gaúchos e cariocas vão fazer um aguardado embate no dia 21 de fevereiro, pela penúltima rodada, no Rio.

Nesta quinta-feira, em jogo atrasado da 23.ª rodada, o Flamengo terá novamente problemas na defesa. O goleiro Diego Alves e o zagueiro Rodrigo Caio são baixas certas por lesão. Hugo Souza será mantido no gol, enquanto o volante Willian Arão seguirá improvisado na zaga, como fez na rodada passada, formando dupla com Gustavo Henrique.

No setor ofensivo, a novidade será Bruno Henrique, que cumpriu suspensão na rodada passada e voltará ao time. O técnico Rogério Ceni deve escalar o meia Everton Ribeiro entre os titulares, apesar da proposta recente do futebol árabe. O mesmo vale para Michael, que deve ficar no banco de reservas.

Com esta formação, ainda longe da ideal, Ceni espera iniciar uma nova sequência de vitórias no Flamengo. Desde que chegou ao clube, no início de novembro, o treinador ainda não emplacou uma série convincente de atuações. O time vem de derrota para o Athletico-PR, no fim de semana, após vitórias sobre Goiás e Palmeiras. Antes, perdeu do Ceará e do Fluminense.

Diante destas oscilações, a equipe carioca terá um bom teste diante do Grêmio, que vem mordido após derrota no Gre-Nal, no fim de semana. O time de Renato Gaúcho precisa da vitória para se manter com chances de título. Um triunfo nesta sexta não apenas deixará o Flamengo com status de forte candidato ao título mas também elevará o moral do elenco, após as atuações irregulares das últimas semanas.

Após a derrota para o Internacional, Renato Gaúcho chegou a ameaçar escalar o time de transição na sequência do torneio. Mas isso não vai acontecer. O foco, afinal, é buscar uma vaga no G4 do Campeonato Brasileiro, para iniciar a participação na próxima edição da Copa Libertadores partindo da fase de grupos, já que a briga pelo título ficou distante, pois a vantagem do rival colorado é de 11 pontos.

Para isso, o duelo com o Flamengo é primordial. O Grêmio é o sexto colocado, com 51 pontos, a quatro do adversário desta quinta-feira. Com uma vitória, ficaria a um ponto do clube que fecha o G4 e ainda saltaria para a quinta posição. Por isso, se recuperar nesta quinta-feira é tão importante.

O Grêmio, porém, terá de melhorar o seu desempenho diante de times do G6. Ainda não venceu nenhum, com 6 empates e 2 derrotas diante deles. Além disso, está em jejum no Brasileirão, com três empates e uma derrota nos últimos quatro compromissos.

Para o confronto com o Flamengo - e ao longo, ao menos, de seis semanas -, o Grêmio perdeu uma das suas referências, o zagueiro Pedro Geromel, que sofreu lesão no tornozelo direito diante do Inter, problema que também o deixará fora da decisão da Copa do Brasil contra o Palmeiras. Sua vaga ao lado de Kannemann deverá ser ocupada por Rodrigues.

Em compensação, outra referência pode voltar ao time titular: Maicon. Recuperado de uma lesão na panturrilha, o meio-campista entrou durante o segundo tempo das últimas três partidas. Agora, melhor fisicamente, pode receber uma chance de início, relegando Lucas Silva ao banco de reservas.

FICHA TÉCNICA:

GRÊMIO X FLAMENGO

GRÊMIO: Vanderlei; Victor Ferraz, Rodrigues, Kannemann e Diogo Barbosa; Maicon (Lucas Silva), Matheus Henrique, Jean Pyerre, Alisson e Pepê; Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho.

FLAMENGO: Hugo Souza; Isla, Arão, Gustavo Henrique e Filipe Luís; Diego, Gerson, Everton Ribeiro e Arrascaeta; Bruno Henrique e Gabriel. Técnico: Rogério Ceni.

ÁRBITRO: Rodolpho Toski Marques (PR).

HORÁRIO: 20h.

LOCAL: Arena do Grêmio, em Porto Alegre.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.