Flamengo: vitória para amenizar crise

A um ponto da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro, o Flamengo enfrenta o Santos, nesta quarta-feira, às 21h50, no Maracanã, ciente de que somente uma vitória amenizará o ambiente conturbado na Gávea. E, na tentativa de melhorar o desempenho da equipe, o técnico rubro-negro Ricardo Gomes optou por fazer duas modificações e escalou o atacante Jean e o lateral-esquerdo Roger nos lugares de Dimba e Athirson.Gomes não quis confirmar a escalação do Flamengo, mas no último coletivo, Dimba e Athirson atuaram na equipe reserva. O atacante, inclusive, após as declarações de que estava insatisfeito com as sucessivas substituições entrou em atrito com o técnico. Outro problema para Gomes foi a necessidade de atuar com a zaga reserva ante o Santos, já que André Bahia e Júnior Baiano cumprem suspensão. Valdomiro e Henrique foram os escolhidos para substituí-los. Valdomiro foi contratado em setembro fará sua estréia no Flamengo. O baiano, de 24 anos e 1,90m, disse estar motivado pela oportunidade e prometeu aos torcedores que conseguirá anular o ataque santista."Vou entrar com tudo para garantir uma vaga no time", festejou Valdomiro. "Sei da força ofensiva do Santos e do futebol do Robinho, Deivid e Ricardinho, mas nenhum deles vai moleza pelo meu lado." Nesta terça-feira, as declarações do maior ídolo do Flamengo, Zico, foram ratificadas por todos na Gávea. O técnico do Japão criticou o desempenho dos jogadores do Rubro-Negro afirmando que falta empenho no elenco para vencer as partidas. Gomes apoiou as críticas e disse não ter se sentido ofendido com os comentários."O Zico tem todo o direito de falar o que falou e de puxar para si a responsabilidade de uma análise mais contundente sobre o clube. Zico foi o maior ídolo do Flamengo e tem um passado limpo como jogador e como Homem", afirmou o Gomes. "O que ele fala e suas palavras caem como um exemplo para os demais jogadores. Zico é uma referência, uma prata da casa." Já o meia Felipe, apesar de não ter condenado Zico por causa de suas declarações, disse que o time está se empenhando durante as partidas. O meia ainda lembrou que "as coisas não têm dado certo" para o Flamengo. "A gente está se empenhando. Sem dúvida, tentamos nos empenhar ao máximo, mas infelizmente no clássico contra o Vasco não deu certo", argumentou Felipe. "O Zico tem que cobrar e nós temos que estar prontos para fazermos um grande jogo contra o Santos e tirar o Flamengo desse sufoco.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.