Flamengo/Divulgação
Flamengo/Divulgação

Flamengo volta a fazer exames e revela testes negativos para covid-19

De acordo com o clube, todos aqueles realizados na segunda-feira apontaram resultado negativo para o novo coronavírus

Redação, Estadão Conteúdo

19 de maio de 2020 | 19h14

A terça-feira foi de mais exames no CT Ninho do Urubu, no Rio de Janeiro. Como aconteceu na segunda, o Flamengo vem dando atenção total aos testes para covid-19, de olho na retomada dos treinos, ainda sem data. Nesta terça, mais jogadores e membros da comissão técnica foram submetidos aos exames.

De acordo com o clube, todos aqueles realizados na segunda apontaram resultado negativo para o novo coronavírus. Os testes desta terça devem ter seus resultados divulgados nesta quarta-feira.

Os exames agora trazem alívio para o clube porque, há quase duas semanas, o Flamengo havia comunicado que 38 pessoas vinculadas ao clube, sendo três deles jogadores, tinham testado positivo para o coronavírus. Naquela oportunidade, os exames - foram 293, no total - tinham sido realizados na residência dos atletas, colaboradores e funcionários. Além disso, 11 pessoas já se encontravam com anticorpos. Antes, o massagista Jorginho morreu em função de complicações provocadas pela virose.

"O Flamengo reforça que segue o protocolo acordado com a FERJ (Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro) e realiza todos os procedimentos seguindo as medidas de higiene e distanciamento", registrou o clube carioca nesta terça, em comunicado.

Ainda nesta terça, o presidente do clube, Rodolfo Landim, almoçou como presidente Jair Bolsonaro em Brasília. O encontro teve como principal tema o retorno do futebol. E, como o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, disse que ainda não autorizou o retorno dos clubes cariocas aos treinos, o Fla cogita realizar suas atividades no estádio Mané Garrincha, na capital federal.

Tudo o que sabemos sobre:
Flamengocoronavírusfutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.