Marcos Arcoverde/Estadão
Marcos Arcoverde/Estadão

Flamengo volta a se desentender com a Ferj e rejeita arbitral

Para clube, convite não explica com clareza os temas da reunião

RONALD LINCOLN JR., O Estado de S. Paulo

17 Março 2015 | 18h21

O Campeonato Carioca já superou a décima rodada, mas o atrito entre a Federação de Futebol do Rio (Ferj) e o Flamengo persiste. A direção rubro-negra esclareceu por meio de nota, publicada nesta terça-feira, os motivos para não participar do Conselho Arbitral da Ferj marcado para o fim da tarde do mesmo dia.

Para o clube, o convite enviado pela entidade não explica com clareza os temas que serão discutidos na reunião - aluguel dos estádios e a regra que impede os clubes de se manifestarem contra o campeonato por meio da mídia.

"Mais uma vez, o Flamengo reitera sua discordância em participar de uma reunião de arbitral sem que seja previamente informado sobre os motivos que levaram a FERJ a designá-la, e o objeto da matéria levada à votação, pois sem tais elementos torna-se impossível elaborar um estudo prévio", diz parte da nota.

As últimas reuniões foram marcadas por polêmicas. Flamengo e Fluminense consideram que a Ferj age com autoritarismo em suas decisões e, por isso, romperam relações. A entidade, por sua vez, garante que age conforme o estatuto e que as recentes decisões foram tomadas de acordo com o desejo dos demais 14 clubes da Série A.

No último sábado, o presidente do Fluminense, Peter Siemsen, divulgou nota criticando a organização do campeonato e informando que também não compareceria nem enviaria representantes ao evento.

Mais conteúdo sobre:
futebol Flamengo Campeonato Carioca

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.