Flamenguista Renato passa mal em simulação de altitude

O meia Renato passou mal durante um teste realizado pelos jogadores do Flamengo nesta segunda-feira na câmara hipobárica, que simula os efeitos causados pela altitude. A iniciativa visa à adaptação da equipe aos 4 mil metros de Potosí, an Bolívia, onde a equipe estréia na Libertadores, no dia 14 de fevereiro, contra o Real Potosí. ?Deu uma queimação no peito?, disse Renato, cujo preparo físico é um dos mais elogiados pela comissão técnica. Mesmo assim, o jogador gostou do exercício. "É um trabalho muito importante, vamos sentir menos quando chegarmos lá", afirmou. Ainda com a cabeça no Campeonato Carioca, o técnico Ney Franco deixou a entender que vai manter contra o Americano, quarta-feira, em Volta Redonda, a escalação que estreou com vitória por 2 a 0 sobre a Cabofriense. Cauteloso, ele disse que ainda está estudando o adversário e só vai definir o time no treino desta terça-feira. O time titular, no entanto, deve ser mesmo formado por: Bruno, Leonardo Moura, Moisés, Irineu e Juan; Paulinho, Claiton, Renato e Juninho; Renato Augusto e Obina. O atacante Roni ficará no banco de reservas e Souza, artilheiro do Brasileiro de 2006 pelo Goiás, só terá condições de jogo no domingo, contra o Boavista, no Maracanã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.