Flamenguistas acusados de matar vascaíno são presos

Policiais da Divisão de Homicídios da Polícia Civil do Rio prenderam oito integrantes da Torcida Jovem do Flamengo na manhã desta quinta-feira. Todos são acusados de envolvimento no assassinato do torcedor vascaíno Diego Martins Leal, de 29 anos, no dia 19 de agosto, em um bar no bairro de Tomás Coelho, Zona Norte da capital fluminense.

AE, Agência Estado

22 de novembro de 2012 | 10h42

A operação "Fair-Play" está sendo realizada em vários pontos do Estado do Rio e tem a participação 108 policiais - sendo 10 delegados, 95 agentes e três peritos - e um helicóptero. Policiais interditaram a sede da organizada do Flamengo e apreenderam computadores, documentos e um cofre.

O inquérito policial também apura crimes de corrupção e fraudes supostamente cometidos por integrantes da Torcida Jovem do Flamengo. A investigação começou há um ano. A Justiça expediu 10 mandados de prisão e 15 de busca e apreensão.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFlamengoVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.