Flávio corre por fora no ataque do Santos

Ano novo, problema antigo. A diretoria santista ainda corre atrás de um atacante exigido pelo técnico Emerson Leão. Após contratar os veteranos Robson e Basílio, a solução pode estar treinando discretamente com o restante do elenco em Jarinu. Flávio, ex-Grêmio, apresentou-se na segunda-feira - seu contrato com o clube gaúcho expirou em 31 de dezembro. Depois que o Santos negociou Ricardo Oliveira com o Valencia, no ano passado, o time não teve mais um atacante com as características que agradassem a Leão. Chegaram Val Baiano, Marcelo Peabiru e mesmo assim o ataque continuou sendo um problema. William e Douglas também não convenceram. O jeito foi improvisar o meia Fabiano. "Teremos mais de 70 jogos na temporada e é sempre bom ter um elenco forte, com jogadores que possam sempre estar à altura dos outros na hora que se precisar", disse Robson, o Robgol, despreocupado com a concorrência. "Ainda estou readquirindo a forma física. Estava mais de um mês parado. Mas para a estréia contra o Oeste (na próxima quarta-feira), em Itápolis, espero estar 70%." Nos últimos dias, a diretoria santista sondou Fábio Júnior, ex-Atlético-MG, rapidamente descartado por Leão, e Kléber, que defendeu o Atlético-PR na campanha vitoriosa do Brasileiro de 2001. O Santos desistiu rapidamente de Kléber depois que o Tigres, do México, pediu cerca de US$ 2 milhões pela rescisão contratual ou US$ 500 mil pelo empréstimo de seis meses. Mas a solução de Leão pode estar no pouco badalado Flávio. "Vamos ver se a capacidade condiz com a necessidade", disse Leão sobre o ex-gremista. Juntamente com o goleiro Angelo e o lateral-direito Marco Aurélio, Flávio está passando por um período de observação antes de assinar contrato. "Não me falaram em prazo nem em período de teste", desconversou o jogador, que chama a atenção pelo corte de cabelo estilo moicano. "Apareceu esta oportunidade e não pensei duas vezes." Flávio, de 25 anos, jogou nos três times da Baixada. Antes de se profissionalizar pelo Santos, defendeu o Jabaquara. No ano passado, disputou o Paulista pela Portuguesa Santista. No Chile, o zagueiro Alex revelou que seu empresário, Giuliano Bertolucci, está na Espanha tentando negociar seu passe. O Real Madrid é o maior interessado. Apesar de a multa rescisória ser de US$ 28 milhões, o Santos aceitaria negociar o jogador por bem menos.

Agencia Estado,

13 de janeiro de 2004 | 19h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.