Emilio Naranjo/EFE
Emilio Naranjo/EFE

Florentino Pérez convoca eleições no Real Madrid de olho em estender mandato

Há 12 anos no cargo, dirigente pretende dar continuidade à sua segunda gestão no clube merengue

Redação, O Estado de S.Paulo

01 de abril de 2021 | 11h12

De olho em estender seu comando à frente do Real Madrid, Florentino Pérez anunciou, nesta quinta-feira, que o clube merengue passará por eleições para escolha do Presidente e da Junta Diretiva. O mandatário de 74 anos está há 12 na presidência do time espanhol. O comunicado foi bastante breve e não divulgou a data prevista para o início do pleito.

Magnata da construção e ex-político espanhol, Pérez chegou ao seu segundo comando do Real Madrid em junho de 2009, tendo sido o único candidato a fornecer garantias financeiras para assumir o cargo. Seu primeiro mandato no clube foi de 2000 a 2006.

"O Presidente, após reunião realizada hoje com a Junta Diretiva, e em conformidade com o artigo 38 da sessão B dos estatutos sociais do Real Madrid, está solicitando à Junta Eleitoral o início do procedimento de convocatória de eleições à Presidência e à Junta Diretiva", disse o curto comunicado.

Em 2000, Pérez assumiu o cargo pelo primeira vez, o que marcou a era dos "galáticos", em que o clube dominou o mercado montando um elenco de peso com nomes como Luis Figo, Zinedine Zidane, Ronaldo Fenômeno e David Beckham, de forma consecutiva. Eles venceram dois Campeonatos Espanhóis, assim como a Liga dos Campeões em 2002. No entanto, logo em seguida o clube ficou três anos sem conquistar títulos pela primeira vez em cinquenta anos, o que causou a saída de Pérez em 2006.

Após a saída de Pérez, o Real Madrid foi comandado por Ramon Calderon, que teve recorrentes problemas de gestão, tendo renunciado três anos depois, marcando o retorno do antigo presidente para um segundo mandato. Desde então, a equipe venceu o Espanhol por mais três vezes, incluindo a última temporada, e também levantou o caneco da Liga dos Campeões em quatro anos, sendo títulos consecutivos de 2016 a 2018.

Para concorrer à presidência merengue, o candidato deve ser membro do clube ou sócio por, pelo menos, 20 anos. Deve também ter patrimônio pessoal para obter uma garantia bancária no valor de pelo menos 15% do orçamento do clube.

As contratações mais caras deste segundo mandato de Florentino Pérez foram: Gareth Bale, em 2013; Cristiano Ronaldo, em 2009; e James Rodríguez, em 2014. Hoje, o clube passa por problemas financeiros devido à pandemia do novo coronavírus, o que coincidiu com as reformas que estão sendo feitas no estádio Santiago Bernabéu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.