Flu conta com Edmundo para ir à final

Com a volta de Edmundo ao ataque, Fluminense enfrenta o Americano neste sábado, às 17 horas, no Maracanã, na luta por uma vaga na final do primeiro turno do Campeonato Carioca. Apesar disso, Ramon, contundido, não joga e Romário, que sente dores na perna direita, tem poucas chances de entrar em campo."É muito bom poder voltar nesta hora decisiva", disse Edmundo, que se recuperou de um estiramento muscular na coxa esquerda. "Me dediquei muito e isso ajudou na minha recuperação. Além do mais, o fato de estar feliz facilitou ainda mais." Para o lugar de Ramon, que se recupera de uma contratura muscular na coxa direita, o escolhido foi Alan. E na frente, Alessandro deve ficar com a vaga de Romário.Roger, que realiza sua terceira partida nessa volta ao Fluminense, destacou que uma das preocupações da equipe será a de anular os contra-ataques do adversário. "O Americano tem muita qualidade e é um franco-atirador. Só o fato de eles terem eliminado um time grande (Botafogo) já é um feito e amanhã atuarão sem responsabilidade", afirmou o meia. "Temos que ter atenção porque eles vão atuar na defesa e tentarão nos surpreender com contra-ataques." OOutra preocupação do Fluminense são os pênaltis, já que a vaga pode ser decidida assim caso haja empate no tempo normal. Por isso, o técnico Valdyr Espinosa fez os jogadores treinarem algumas cobranças nesta sexta-feira. Edmundo, Roger, o zagueiro Rodolfo, o volante Marcão e o lateral-direito Leonardo Moura foram os escolhidos para bater caso seja necessário.Outro lado - Os problemas de jogadores contundidos também afetam o Americano. O técnico Toninho Andrade ainda não pôde definir a equipe, porque os meias Evaldo e Ronaldo se recuperam de contusão e vão realizar um teste momentos antes da partida. Caso não tenham condições de atuar, eles serão substituídos por Flavinho e Oliveira."Reconhecemos o Fluminense como favorito, mas o Americano fez uma boa campanha e mostrou sua força", afirmou Toninho Andrade. "Somos um grupo jovem e de jogadores dispostos a provar seu valor em campo."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.