Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Flu demora para recorrer por Felipe

O Fluminense voltou a adiar o pedido de efeito suspensivo e também não recorreu nesta quinta-feira ao Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para que a punição ao meia Felipe, afastado na terça-feira por 180 dias dos campos, seja, primeiramente, suspensa, e, em seguida, revista em segunda instância. Amanhã (11) é o último dia para impetrar as solicitações. A demora do Fluminense em entrar com o pedido de efeito suspensivo e recurso para a pena imposta a Felipe faz parte da estratégia de sua defesa. O advogado Clóvis Sahione não confirma, mas a intenção é a de esperar "os ânimos acalmarem" para que a decisão do presidente do STJD, Luiz Zveiter - em deferir ou não as solicitações do clube -, não seja influenciada pelo "calor do momento".Também há o receio de que, em um novo julgamento, a pena possa ser aumentada, já que o jogador poderia ter sido afastado dos gramados por até 720 dias.Time - Nem a vitória sobre o Esportivo-RS, quarta-feira, pela Copa do Brasil, acalmou o técnico Abel Braga. Ele destacou alguns erros do Fluminense e se mostrou preocupado com a ausência de seus principais atletas. Além de Felipe, suspenso, contusões musculares impediram que o meia Preto Casagrande e o atacante Tuta pudessem jogar. "A equipe correu, lutou, mas não jogou bem. Prendemos pouco a bola no campo ofensivo, ela voltava muito rápido para o nosso lado e isso é ruim", afirmou Abel, para, em seguida, se referir ao clássico de domingo contra o Botafogo, pelo Campeonato Carioca. "O Botafogo vem bem na competição e não tem problemas de jogadores contundidos ou suspensos."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.