Flu derrota o Guarani e quebra tabu

O Fluminense voltou a sonhar com a classificação no Torneio Rio São Paulo, ao vencer o Guarani por 2 a 0, nesta quarta-feira à noite, no estádio Brinco de Ouro, em Campinas. Com 15 pontos, o time carioca ainda acha que pode chegar entre os quatro semifinalistas, assim como o Guarani, que se mantém com 16 pontos. A vitória derrubou um tabu que já durava 21 anos, porque desde 1980 o Fluminense não vencia o Guarani em Campinas. E o time carioca não teve muito trabalho para conseguir essa vitória, usando cautela e frieza para superar o adversário. O primeiro gol do Flu saiu logo aos 7 minutos, numa jogada individual de Fernando Diniz. Ele carregou a bola desde a intermediária e, sem marcação, acertou um chute no ângulo esquerdo do goleiro César. A melhor chance do Guarani foi desperdiçada por Martinez, aos 35 minutos, quando ele chutou mal uma penalidade máxima e o goleiro Murilo caiu bem no canto direito para defender. Mesmo em desvantagem, o Guarani voltou para o segundo tempo mais preocupado em se defender, apostando apenas nos contra-ataques. Mas o Fluminense também teve competência na marcação e ainda conseguiu marcar mais um. Aos 28 minutos, Magno Alves avançou pelo lado esquerdo da grande área e chutou de perna esquerda, mesmo sem ângulo, surpreendendo o goleiro César: 2 a 0.

Agencia Estado,

20 Março 2002 | 23h41

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.