Flu derrota Paysandu e também lidera

Mesmo jogando mal, o Fluminense derrotou o Paysandu por 2 a 1, graças a dois pênaltis marcados pelo árbitro Wilson Luiz Seneme e convertidos por Gabriel. Robson descontou para os paraenses. Foi uma partida ruim, com quatro expulsões - duas de cada lado - e um festival de passes errados.O Paysandu fez por merecer as vaias de sua torcida e mostrou que é um sério candidato ao rebaixamento para a Série B se não contratar reforços. Para o Fluminense, a segunda vitória garante o time entre os líderes do Campeonato Brasileiro, chegando a seis pontos - junto com Santos e Botafogo - mas perdendo no saldo de gols: tem apenas dois, contra quatro do Santos e do Botafogo.Parecia ser um jogo fácil para o Fluminense, que chegou a dominar quase todo o primeiro tempo, mas se complicava nas finalizações. Com dez em campo, após a expulsão do lateral Renatinho, o time da casa dava chutões para a frente. Logo aos 8 Gabriel sofreu pênalti. Ele mesmo bateu: Fluminense 1 a 0.O Paysandu, num dos raros ataques, chegou ao empate aos 28. Donizete Amorim cruzou da direita para Robson, que apenas escorou para as redes. O segundo tempo foi sonolento. O Fluminense parecia satisfeito e o Paysandu sem forças para reagir. Aos 3 minutos, Robson veio do ataque fazer pênalti em Léo Guerra. Gabriel jogou Ronaldo para um canto e a bola para o outro.Confira a classificação, os resultados e a próxima rodada do Campeonato Brasileiro 2005.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.