Flu: desafio é manter o rendimento

A goleada histórica sobre o Juventude, por 7 a 1, na quarta-feira, mudou o astral dos jogadores do Fluminense, que estavam cabisbaixos com a queda no rendimento da equipe nas últimas rodadas do Campeonato Brasileiro. O técnico Alexandre Gama quer que o grupo entre em campo neste sábado contra o Santos, às 16 horas, no Estádio Benedito Teixeira, em São José do Rio Preto, com a mesma alegria exibida no treino desta sexta-feira, nas Laranjeiras.O Fluminense ainda luta para conquistar uma vaga na Copa Sul-Americana de 2005 - classificam-se do quinto ao nono. Já o sonho de chegar a Taça Libertadores da América, com lugar assegurado aos quatro primeiros, parece cada vez mais distante. A equipe carioca é a 10ª colocada, tem 56 pontos - nove atrás do São Caetano, que é o quarto e tem um jogo a menos por causa da interrupção do jogo contra o São Paulo, na quarta-feira, devido à morte do zagueiro Serginho."Quero o Fluminense jogando com a mesma vontade e alegria demonstradas na excelente vitória sobre o Juventude, pois assim tudo ficará mais fácil" declarou Gama, que optou por escalar Antônio Carlos no lugar de Odvan, suspenso, na zaga.O técnico tricolor, porém, não teme a falta de entrosamento entre os zagueiros Antônio Carlos e Laerte, que não atuaram juntos neste Brasileiro e vão enfrentar o melhor ataque da competição, que marcou 83 gols. Ele vai pedir atenção máxima aos jogadores, até porque o Santos é líder do Brasileiro com 69 pontos, mesma pontuação do Atlético-PR, e tem um time formado por "grandes jogadores".O treinador cobrou ainda marcação especial nos avanços "constantes" dos laterais Paulo César e Léo. "O Santos é muito perigoso, repleto de atletas que podem desequilibrar uma partida. Quero atenção com os laterais, que são velozes e utilizados o tempo todo", alertou Gama, que tem apenas uma dúvida para escalar o time titular.Ele ainda não sabe se vai optar por Marcão, dando mais liberdade ao meia Roger, ou por Esquerdinha, que atuou bem na goleada sobre o Juventude. A tendência é a de que o segundo, revelado nas categorias de base do clube, seja o escolhido.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.