Flu: diretoria paga prêmio por título

Às vésperas da final da Copa do Brasil, a diretoria do Fluminense fez questão de dar uma motivação a mais aos jogadores e comissão técnica: efetuou, nesta segunda-feira, o pagamento de um prêmio em dinheiro pela conquista do Campeonato Carioca. Entre os atletas, a gratificação, paga dentro do prazo estabelecido, foi interpretada como um reconhecimento pelo esforço da equipe dentro de campo. O clima em Volta Redonda, onde a equipe do técnico Abel Braga faz seus últimos ajustes para a decisão, é de otimismo quanto à possibilidade de o Fluminense reverter a vantagem do Paulista, que pode perder em São Januário por um gol de diferença para se sagrar campeão do torneio. "A energia é positiva, o grupo está unido e motivado para repetir a atuação do jogo contra o Internacional e faturar o título", declarou o meia Preto Casagrande, autor de um gol na vitória sobre a equipe gaúcha, por 3 a 0, no domingo, pelo Brasileiro. Preto Casagrande, aliás, serve como um exemplo de superação, palavra mais empregada pelos jogadores neste momento que antecede uma decisão. Depois de um histórico de contusões musculares, ele pediu aos médicos do Fluminense, na semana passada, que o liberassem para ser consultado por outro profissional, em Campinas. Sua solicitação foi atendida na mesma hora. Como prova de gratidão, o jogador se empenhou nos treinamentos, fez uma boa partida contra o Internacional e, agora, sente-se pronto para ajudar a equipe a derrotar o Paulista por três gols de diferença. Caso o Fluminense vença por 2 a 0, mesmo placar do primeiro confronto, haverá disputa de pênaltis. "Toda vez que eu ia jogar sentia uma dor que me incomodava muito. Minha cabeça ficava assustada, mas no momento estou recuperado e apto para correr durante os 90 minutos", disse Preto Casagrande. O técnico Abel Braga comandou um treino-tático, na tarde desta segunda, no Estádio da Cidadania, e praticamente definiu a escalação da equipe: Kléber; Schneider, Antônio Carlos, Fabiano Eller e Juan; Marcão, Radamés, Preto Casagrande e Juninho; Leandro e Tuta. O Fluminense treina na tarde desta terça, em Volta Redonda, e, em seguida, retorna ao Rio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.