Flu elimina Corinthians na Sul-Americana

O Corinthians só teve prejuízo no jogo desta quarta-feira, contra o Fluminense, no Maracanã, pela Copa Sul-Americana. Além da derrota por 2 a 0, o time voltou a jogar um futebol de baixa qualidade e ainda pode ter perdido André Luiz para o jogo de domingo, em Belém, contra o Paysandu, pelo Campeonato Brasileiro. Ainda no primeiro tempo, o meia sentiu uma contratura de grau leve na coxa esquerda e pode não se recuperar a tempo.Praticamente sem chances no torneio sul-americano, o Corinthians entrou em campo totalmente desinteressado. O time de Geninho, que havia perdido para o Atlético Mineiro (2 a 0) na estréia, tinha de vencer o Fluminense por três gols de diferença e ainda torcer por uma vitória do próprio Flu sobre o Atlético, em Belo Horizonte, por um placar que não comprometesse o seu saldo de gols.A situação era tão difícil que os próprios corintianos, na véspera, admitiam que o jogo tinha um sentido de treino. E de fato foi. O Corinthians atacou pouco, marcou mal e, enfim, não se interessou pela possibilidade de vencer. O Fluminense, ao contrário, se empenhou na partida e só não terminou o primeiro tempo em vantagem porque desperdiçou boas chances, obrigando Rubinho a fazer duas boas defesas.O Corinthians só resolveu se aplicar um pouco mais nos cinco minutos finais. Gil apareceu duas vezes no ataque, pela esquerda, mas em ambas o último passe saiu errado.No segundo tempo, o Corinthians voltou com mais disposição, mas sem convencer. Acabou sendo surpreendido, logo aos 11 minutos. Numa cobrança de falta nas proximidades da área, Rodolfo bateu com efeito, pelo lado de fora da barreira, enganando o goleiro corintiano: 1 a 0.Precisando de mais um gol para se igualar no saldo com o Atlético, o Fluminense foi sempre o time mais interessado no jogo. Marcou melhor e atacou mais que o Corinthians. Aos 27 minutos, teve o seu esforço recompensado. Josafá lançou o veterano Sorato entre Marquinhos e Ânderson. O atacante carioca foi mais rápido que os dois zagueiros e com um leve toque tirou Rubinho da jogada, fazendo 2 a 0.Geninho ainda tentou colocar sangue novo na equipe, trocando Liedson por Wílson e Gil por Renato. Mas quem esteve mais perto do gol foi sempre o Fluminense. Aliás, o terceiro só não saiu porque Rubinho se antecipou a Joãozinho e salvou mais um aos 39 minutos. O Corinthians realmente treinou no Maracanã. E mal.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.