Flu goleia Fla por 4 a 0 e vai à final

Com direito a "olé", o Fluminense goleou o Flamengo por 4 a 0 e classificou-se para a final do Campeonato Carioca. Vai decidir o título possivelmente com Vasco, que pode até perder por diferença de três gols neste domingo, contra o Americano. O clássico no Maracanã surpreendeu pela aplicação do Tricolor, sempre superior e com mais técnica. O resultado deve selar a saída do técnico Evaristo de Macedo do Rubro-Negro.O Flamengo tinha a vantagem do empate e isso forçou o Flu a partir para o ataque. Logo aos 14 minutos, Ademílson foi empurrado por Váldson dentro da área e o árbitro Carlos Jorge Moreira ignorou o pênalti claro a favor do Tricolor. O lance mostrava desde cedo a incapacidade de Moreira em apitar o jogo. Ele esteve omisso a maior parte do tempo e errou ao deixar o lateral Athirson cometer várias faltas puníveis com cartão vermelho.O primeiro gol surgiu num rebote do goleiro Júlio César. Ele não deteve a bola em cobrança de falta de Djair e Ademílson completou, aos 21 minutos. O Flamengo teve apenas duas chances na etapa inicial, com Athirson e Fábio Baiano. Nesta, o goleiro Kléber impediu o gol com excelente defesa.O Fluminense deixava o Fla na roda, com uma atuação destacada do lateral Jadílson. Combatia e impedia os ataques do adversário e partia para o ataque em velocidade. Dava passes precisos e chegou a arriscar chutes perigosos a gol.Aos 5 do segundo tempo, Jadílson tocou a bola para Ademílson, que avançou pela esquerda e, dentro da área, chutou cruzado. Júlio César não segurou a bola mais uma vez e Alex Oliveira aproveitou a sobra para marcar: 2 a 0. O Flamengo perdeu o controle. Athirson cometia faltas incríveis e só recebeu cartão amarelo. O zagueiro Fernando, porém, teve menos sorte. Foi expulso por jogada violenta. Dois minutos depois, aos 14, Alex Oliveira chutou forte, Júlio César, pela terceira vez, permitiu rebote e Ademílson fez o terceiro gol.Para fechar a goleada, Alessandro cometeu pênalti em Jadílson, aos 25, e Fábio Bala, o artilheiro do Carioca, agora com 10 gols, cobrou a falta com perfeição. Começava em seguida o toque lateral e de primeira dos jogadores do Fluminense, saudado com os gritos de "olé" da torcida. Alessandro viria a ser expulso depois também por falta desleal e quis agredir o árbitro.No final da partida, num lance de desespero, o goleiro Júlio César abandonou sua meta e foi ao ataque tentar o gol. Foi criticado por Evaristo de Macedo e depois retrucou, piorando o mal-estar no clube.A primeira partida da final será disputada na quarta-feira e a outra, no domingo, ambas no Maracanã.Ficha TécnicaFlamengo - Júlio César; Alessandro, Váldson, Fernando e Athirson; Jorginho, André Gomes, Fábio Baiano e Felipe (Fabiano Cabral); Zé Carlos (Jean) e Fernando Baiano (Andrezinho). Técnico - Evaristo de Macedo.Fluminense - Kléber; Zada, César (Rodolfo), Zé Carlos e Jadílson; Marcão, Marciel, Djair e Alex Oliveira (Fernando Diniz); Marcelo e Ademílson (Fábio Bala). Técnico - Renato Gaúcho.Gols: Ademílson, 21 do primeiro e 14 do segundo tempo ; Alex Oliveira aos 5 e Fábio Bala, aos 25 da etapa complementar.Árbitro: - Carlos Jorge Moreira.Cartões amarelos - Alessandro, Fernando, Athirson, Felipe, Zé Carlos (Fla), Zada e Zé Carlos (Flu).Cartões vermelhos - Fernando e Alessandro.Público - 31.026.Renda - R$ 272.770,00.Local - Maracanã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.