Flu lamenta empate no clássico

Os jogadores do Fluminense não se conformam com o empate por 1 a 1 com o Botafogo. O meia Roger disse que o time foi alertado pelo técnico Oswaldo de Oliveira que o adversário viria com força máxima na etapa final. "Bobeamos no início do segundo tempo. Devíamos ter segurado mais o jogo, porque, assim, tenho certeza de que sairíamos com a vitória", afirmou o jogador. "Estamos invictos, é verdade. Mas só empatar não adianta. Prefiro perder um jogo e ganhar outro, pois assim somamos mais pontos. Empate como esse é como derrota."Oswaldo afirmou que o Fluminense teve mais volume de jogo no segundo tempo, mas que não foi suficiente para conseguir a vitória. Ele evitou criticar os atacantes de sua equipe, já que a torcida tem se mostrado insatisfeita com a dupla formada por Caio e Magno Alves. Para justificar as mudanças que vem fazendo no ataque titular, Oswaldo de Oliveira apontou o forte calor nesta época do ano. ?O calor forte e os jogadores ainda fora de sua forma ideal acabam dificultando a situação, pois é neste setor que temos que contar muito mais com a precisão nas jogadas?, explicou.

Agencia Estado,

31 de janeiro de 2002 | 19h34

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.