Flu não deve ter Romário contra São Caetano

Um exame de ressonância magnética constatou que o atacante Romário sofreu estiramento muscular na virilha esquerda e é praticamente certo que desfalque o Fluminense no jogo de sábado, com o São Caetano, no Maracanã. O atleta está na Suíça, a fim de tratar de assuntos particulares, e enviou por fax cópia do laudo ao clube. Romário só deve voltar ao Rio nesta quinta-feira e se apresentará sexta ao técnico Renato Gaúcho. Para o médico Michel Simoni, do Fluminense, a possibilidade de Romário atuar no fim de semana "é remota", embora não possa ser descartada. "O momento é de sacrifício. Mas é claro que se ele chegar com algum sintoma, vai ficar fora da partida." Simoni disse que o estiramento é de grau um, de pouca gravidade. Nesta quarta-feira, o procurador de Romário, Luisinho Moraes, disse que existem várias pendências financeiras do Fluminense com o atacante, referentes a 2002, ao período de 2003 que antecedeu à viagem do jogador para o Catar e às últimas semanas. Por acordo entre as partes, 80% do salário de Romário é pago por um patrocinador do futebol do Fluminense e o restante, pelo clube.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.