Flu nega ida de Romário para o Vasco

O presidente do Fluminense, David Fischel, desmentiu hoje a transferência do atacante Romário para o Vasco. Para o dirigente, quando o artilheiro se recuperar de uma contusão na panturrilha direita, ele "dará grandes alegrias" para a torcida tricolor no Campeonato Brasileiro. "O regime é presidencialista. Aliás, só soube da negociação pela imprensa. Romário sempre tem de ser manchete, ou por fazer gols ou por especulação de transferência", destacou Fischel. "Gostaria que ele estivesse jogando, mas é um campeonato longo e o Romário ainda vai dar grande alegrias para o torcedor do Fluminense." O presidente do Fluminense ainda revelou que a empresa de saúde patrocinadora do clube não vai "bancar" o salário de Romário, caso ele atue em outra equipe. "Essa hipótese não existe". Para a partida com o Criciúma, líder do Brasileiro e que está a dois pontos do Fluminense na tabela de classificação, o treinador Ricardo Gomes vai escalar Zé Carlos ao lado de Rodolfo na zaga tricolor. Antônio Carlos cumprirá suspensão automática e Odvan ainda não acertou a renovação de seu contrato.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.