Flu promete se concentrar no Carioca para chegar à final

Muricy Ramalho tem repetido à exaustão que o Fluminense não faz distinção entre as competições que disputa. Para ele, não é hora de priorizar a Copa Libertadores em detrimento ao Campeonato Carioca. Contra o Boavista, sábado, pelas semifinais da Taça Guanabara, será chegada a hora de comprovar se a mensagem foi devidamente entendida pelos jogadores.

AE, Agência Estado

18 de fevereiro de 2011 | 20h33

Amplamente favorito contra o time de Saquarema, a única coisa que parece capaz de causar um tropeço do Fluminense é justamente a falta de concentração, já pensando na partida da próxima quarta-feira, contra o Nacional do Uruguai, pela Copa Libertadores.

Os jogadores tricolores garantem que terão total cautela e respeito com o adversário deste sábado. "Para muitos, o Boavista é uma surpresa, mas quem acompanha sabe que tem um elenco de qualidade, tem feito bons jogos e se classificou com méritos. Eles vão lutar muito. A equipe é muito organizada. Vai ser difícil. Temos que ter na cabeça a importância dessa vitória", disse Conca.

No papel, não há como comparar o elenco das duas equipes, separadas por milhões de reais em investimentos. Mas muitos jogadores do Boavista trazem longa rodagem consigo e já atuaram por grandes equipes, casos de Joílson, Santiago, Max e Frontini.

"Essa questão do investimento é só fora de campo. Lá dentro, todo mundo é igual. Não interessa quanto cada um ganha, a camisa que veste. No Boavista também há jogadores que passaram por grandes clubes. Seja para quem for, a derrota tem o mesmo gosto", alertou Marquinho, que deve ganhar uma nova oportunidade entre os titulares.

Muricy está insatisfeito com o rendimento inconstante de Souza e vê em Marquinho maior poder de movimentação e marcação, uma versatilidade que pode ser útil. Fora essa mudança, o time deverá ser o mesmo que derrotou o Madureira, na última rodada, com Digão na zaga e Fred e Rafael Moura como dupla de ataque.

Assim, o time tricolor deve entrar em campo no Engenhão com: Ricardo Berna; Mariano, Gum, Digão e Carlinhos; Edinho, Diguinho, Marquinho e Conca; Fred e Rafael Moura.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.