Flu tem título do Carioca de 2002 confirmado pelo TJD

Sete anos depois, foi encerrada na noite desta terça-feira a polêmica sobre o título do Campeonato Carioca de 2002. Em julgamento no Tribunal de Justiça Desportiva (TJD) do Rio de Janeiro, o Fluminense foi confirmado como campeão daquele ano, conquista que era contestada pelo Bangu e pelo Americano. Por sete votos a um do júri, o time das Laranjeiras se manteve com 30 título estaduais em sua história.

AE, Agencia Estado

14 de abril de 2009 | 23h28

A ação no TJD foi movida pelo Bangu, que se sentia prejudicado pela anulação de um gol na semifinal do Carioca de 2002. O jogo com o Fluminense estava empatado por 0 a 0 quando o goleiro Eduardo marcou o gol salvador de cabeça, já no fim do confronto, mas o árbitro da partida, Reinaldo Ribas, alegou que o arqueiro havia usado a mão no lance. A igualdade permaneceu no placar e o Fluminense se classificou para a final contra o Americano.

Tendo sido derrotado pelo Fluminense nos dois jogos das finais, o Americano também reivindicava o título porque venceu os dois turnos da competição. O regulamento, porém, foi modificado à época, impedindo a conquista da equipe de Campos. Com a confirmação do título para a equipe das Laranjeiras, o clube tricolor divide o posto de maior vencedor do Carioca com o Flamengo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.