Flu vai jogar de luto por Ximbica

A morte do roupeiro Emílio Antônio Pierri Aguiar, o Ximbica, paralisou nesta segunda-feira as atividades no Fluminense. O profissional, conhecido por sua irreverência e dedicação ao clube, foi vítima de um enfarte na madrugada desta segunda-feira. "Ximbica era uma figura folclórica, uma lenda viva tricolor. Amigo de todos, era um funcionário exemplar e grande tricolor", lamentou o presidente do Tricolor, David Fischel.Ximbica tinha 55 anos e trabalhou no Fluminense nos últimos 36 anos. O roupeiro também atuou na seleção brasileira e participou das copas de 1974, 1978 e 1986. Inicialmente, o profissional começou sua carreira no Tricolor na divisões de base. O talento e o profissionalismo fizeram com que em poucos meses fosse promovido para a divisão principal.O presidente do clube decretou luto oficial por três dias e, na quarta-feira, quando a equipe faz a segunda partida decisiva pelo Campeonato Estadual, contra o Americano, no Maracanã, os jogadores atuarão com uma faixa preta na camisa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.