Fluminense ainda não vai escalar Felipe

O meia Felipe vai desfalcar o Fluminense no confronto desta quarta-feira, contra o Goiás, às 20h30, em Volta Redonda (RJ). O jogador será poupado pela comissão técnica porque ainda não se sente recuperado de uma torção no joelho esquerdo. Ele seria a grande atração de um elenco que chegou a liderar o Campeonato Brasileiro por poucas rodadas, mas que agora ocupa a oitava colocação e não vence há três jogos."Não adianta ele voltar com algum problema, pois o clube corre o risco de perdê-lo durante o Brasileiro", declarou o técnico Abel Braga, ciente de que o Goiás é um adversário difícil de ser superado. O Fluminense, por exemplo, não o vence há nove anos - a última ocorreu no dia 22 de setembro de 1996.A pressão por vitórias nas Laranjeiras é grande, mas nada que assuste Abel Braga. Em tom de desabafo, o técnico disse nesta terça-feira que não tem apego ao cargo e que prefere perder o emprego a jogar na retranca. "Me sinto melhor desempregado do que escalando um time na defesa, como fez o São Caetano contra o Fluminense há pouco tempo. Primeiro penso em ganhar, depois em ganhar e, por último, em não perder", declarou o treinador, que vai manter a equipe com três atacantes: Tuta, Beto e Leandro.Apesar do apreço de Abel por esquemas ofensivos, o Fluminense tem a segunda defesa menos vazada do Campeonato Brasileiro, com 16 gols. Perde apenas para o Paraná, que tem 14 gols sofridos. "Me sinto bem armando as equipes para frente, mas sem expor demais a defesa. Quem quiser me contratar, já conhece o meu estilo", disse Abel Braga, que, apesar do recado, não pensa em deixar o Fluminense, clube pelo qual foi revelado como jogador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.